Guarulhosweb
   

Agende lança Análise Guarulhos e debate sustentabilidade

Redação Guarulhosweb    04/12/2015 10:45

 

A Agende Guarulhos realizou o Seminário Sustentabilidade nesta quinta-feira, dia 3, em seu auditório. O evento contou com o lançamento da Revista Análise Guarulhos com o tema Água e sua conjuntura ambiental, social e econômica. Também houve duas palestras: a primeira foi O Empreendedor à Prova de Crise! e a segunda sobre Cidade Sustentável e o Direito à Energia. O evento contou com a participação de associados e diretores da entidade, empresários, representantes e lideranças do poder público, de entidades de classe, da academia e da imprensa.
 
O Seminário Sustentabilidade da Agende teve como objetivo debater o momento de crise econômica conjugada com a ocorrência de fenômenos climáticos desfavoráveis que impactam de forma significativa a sustentabilidade, sobretudo, dos aspectos relacionados à oferta hídrica e ao setor elétrico nacional. Esse cenário desfavorável implica a elevação de preços da energia e a diminuição da qualidade de vida das pessoas.
 
Diante disso, o lançamento da 18ª edição da Revista Análise Guarulhos se propõe a tratar um tema muito caro a todos, a Água. A motivação foi acelerada pela presente crise hídrica, assim coube ao Núcleo de Pesquisa da Agende priorizar o desenvolvimento deste tema para melhor entendimento de suas razões.
 
A exposição e explicação da revista foi feita pelo presidente da Agende, Aarão Ruben de Oliveira, em conjunto com o seu coordenador especial técnico científico, Devanildo Damião. Ele disse o Brasil tem aprendido com tecnologias que são utilizadas para solucionar o problema com a escassez de água, uma delas é a tecnologia de irrigação que foi desenvolvida por Israel e que tem contribuído com o campo brasileiro e outras tecnologias que podem ser melhores difundidas no Brasil como a dessalinização e o reúso de água. “A Revista mostra realidade como a escassez de água, mas mostra os possíveis caminhos para resolver essa questão também”, informou o coordenador da Agende.
 
Aarão ressaltou que a Revista Análise Guarulhos é um produto de orgulho da Agende e que diversos órgãos públicos e empresas a solicitam para contribuir em suas decisões. A 18ª edição da Revista com o tema Água é importante para comprovar, através dos números, que a Cidade está sofrendo uma queda em sua oferta. “Em janeiro de 2014 a Cidade recebia 3,53 m³ por segundo de água e esse número veio caindo e no mês de setembro de 2015, nós recebemos apenas 2,51 m³ por segundo. Através dos dados e informações que aparecem na Revista ficou evidente a redução de volume”.  
 
Na sequência, o Seminário Sustentabilidade contou com a palestra sobre o Empreendedor à Prova de Crise, exposta por do Marcio Bassan, CEO (sigla em inglês para Diretor Executivo, pessoa com maior autoridade na hierarquia de uma empresa) da Pluri Group Co.
 
Bassan falou de sua experiência como consultor empresarial e como o empresário brasileiro tem se comportado ante a uma crise. Para ele o empresário brasileiro é muito criativo, porém muitas vezes esbarra na parte de gestão e burocrática, como, por exemplo, ter um contrato societário que deixe claro diversos aspectos para os ampararem de más interpretações no futuro. “Ter uma boa equipe, possuir rotinas e métodos e deixar de ser amador nas negociações são alguns dos fatores mais importantes para que as empresas sejam bem sucedidas”, disse Bassan. 
 
A segunda palestra foi exposta pelo engenheiro elétrico, ex-Secretário de Habitação de Guarulhos, Paulo de Tarso Carvalhaes sobre a  Cidade Sustentável e o Direito a Energia, seus impactos sociais e econômicos. Ele tem uma startup (termo em inglês para empresa inovadora iniciante) na Incubadora Tecnológica Agende Guarulhos, que desenvolve tecnologias para a área de iluminação pública. Sua startup visa a construção de uma usina de captação de energia foto voltaica para 100.000 domicílios na Cidade. Esse empreendimento foi batizado como Projeto Guarulhos Solar, o Sol para todos.
 
Carvalhaes mostrou a importância de se captar energia solar em substituição às fósseis para mover a economia do Brasil. Também destacou que empresas e famílias podem se beneficiar financeiramente através do IPTU verde e pela economia com a compra de energia elétrica.
 
Durante o evento, o presidente da Agende homenageou os integrantes do comitê técnico da Incubadora por suas contribuições nas atividades do empreendedores das startups de Guarulhos e região.  
 
Por fim, Aarão Ruben encerrou o evento dizendo que Sustentabilidade envolve também trabalhos sociais, assim apresentou o projeto Mala Solidária para arrecadar doações de roupas, calçados, livros, pertences em gerais que não estão sendo mais usados para contribuir com as atividades de entidades assistenciais do Município. 
 
O Seminário Sustentabilidade contou com o Apoio da Escola de Negócios UniFox que oferece cursos de Bacharel, Pós-Graduação e MBA (Master Business Administration) em Guarulhos.
 
Sobre a Revista Análise Guarulhos
 
O design de pesquisa envolve a contextualização do tema Água na perspectiva global, uma vez que boa parte da água no mundo não é apropriada para o consumo e verificou-se as tecnologias desenvolvidas para a dessalinização e o reúso. No âmbito nacional, a pesquisa comprovou a necessidade da proteção da Amazônia para a sustentabilidade hídrica do País. 
 
A análise da oferta de Água e sua conjuntura ambiental, social e econômica em Guarulhos demonstrou, através de dados e estatísticas, o quanto esse recurso é escasso para seus munícipes, uma vez que sua população é grande e a oferta de água pequena e ainda foi reduzida nos últimos anos. A Revista recomenda um entendimento entre a Sabesp e o Saae para que se viabilize o aumento da oferta de água em Guarulhos.
 
Na Revista também é possível encontrar o ponto de vista de pessoas técnicas e autoridades no assunto para explicar o que aconteceu com o abastecimento de água e propor caminhos para melhorias. Para isso foram entrevistados o economista Claudio Gabarrone que tem experiência na Sabesp e atualmente trabalha na ARSESP (Agência Reguladora de Saneamento e Energia do Estado de São Paulo) e o professor e doutor em engenharia civil, Plínio Tomaz. Plínio foi diretor no Ministério de Minas e Energia, foi o fundador da ASSEAG (Associação de Engenheiros e Arquitetos e Agrônomos de Guarulhos) e atualmente é diretor-presidente da Agência Reguladora dos Serviços Públicos de Saneamento Básico em Guarulhos. 
 
 

 

 

Insira seu comentário

Seja o Primeiro a comentar esta noticia

Insira um comentário