Guarulhosweb
   

Biblioteca Monteiro Lobato expõe trabalhos de internos da Fundação Casa

Redação Guarulhosweb    06/12/2016 13:35

 

Exposição com obras do projeto Arte para Todos – II Concurso de Grafite do Socioeducativo de Guarulhos, que levou a arte do grafite para internos da Fundação Casa, está aberta à visitação na Biblioteca Municipal Monteiro Lobato até o dia 31 de dezembro, das 9h às 18h, com entrada franca.
 
O projeto é uma parceria entre a Vara da Infância e Juventude de Guarulhos, a coordenadoria da Infância do TJSP, a Fundação Casa, Condor Pincéis, Prefeitura de Guarulhos e os artistas plásticos Aleksandro Reis e Uebes. Ao todo participaram 26 jovens com idades entre 13 e 21 anos. Inicialmente, Aleksandro Reis ministrou workshops nas três unidades da Fundação Casa em Guarulhos. Depois, os jovens submeteram grafites com o tema “Paz e Tolerância” para o concurso. Os dez primeiros colocados, escolhidos por comissão julgadora formada por representantes das instituições participantes, ganharam um curso de grafite ministrado pelo artista Uebes
 
Para o juiz assessor da vice-presidência Daniel Issler, idealizador do projeto, o principal benefício das aulas de grafite é aumentar a autoestima dos jovens. “Eles sentem-se motivados quando aprendem uma atividade nova e descobrem que podem mudar sua realidade”, afirmou. 
 
O magistrado destacou que, sob a supervisão dos artistas plásticos, os internos pintaram algumas paredes da Fundação Casa – uma delas com a figura do ícone sul-africano Nelson Mandela. “Se não pensarmos em como o adolescente sairá da internação, nada vai mudar. Temos que ajudá-los a encontrar algo que gostem”, disse Issler.
 
Já a juíza auxiliar da Vara da Infância e Juventude de Guarulhos, Renata Vergara Emmerich de Souza, informou que após o fim da exposição alguns dos grafites serão exibidos no fórum. “O interessante é que um espaço que antes da digitalização dos processos era ocupado por prateleiras de papéis, agora será ocupado por arte. O grafite faz parte da realidade desses jovens e o projeto ajuda a refletir e raciocinar sobre essa realidade”, concluiu

 

 

Insira seu comentário

Seja o Primeiro a comentar esta noticia

Insira um comentário