Guarulhosweb
   

Guarulhos deixa de figurar em Cadastro Estadual de Inadimplentes

Antonio Boaventura - Do GuarulhosWeb    03/01/2017 15:24

 

A Secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo confirmou nesta terça-feira, 03, a ausência do município de Guarulhos no Cadin (Cadastro Estadual de Inadimplentes). Com esta condição, a cidade, que não recebia verbas do Governo do Estado por estar inadimplente, pode voltar a receber investimentos preveniente do governador Geraldo Alckmin (PSDB) a partir deste ano.
 
Com uma dívida bilionária com a Sabesp (Companhia de Abastecimento de Água do Estado de São Paulo), de aproximadamente R$ 2,7 bilhões, Guarulhos passou a integrar a lista de municípios considerados maus pagadores. Com a inclusão, a cidade, que era governada por Sebastião Almeida (PT), não reunia condições legais para receber investimentos do Governo do Estado.
 
A Prefeitural passou a integrar a lista de devedores em meados de abril de 2015 em virtude da falta de pagamento dos acordos financeiros firmados com a Sabesp. Na época, a dívida da cidade com a companhia de abastecimento era de R$ 2,3 bilhões. De acordo com a Sabesp, o calote já ocorre no município há mais de 13 anos.
 
No entanto, a época, o SAAE (Sistema Autônomo de Água e Esgoto), comandado pelo então superintendente Afrânio Sobrinho, afirmou que a dívida com a Sabesp era de R$ 1,3 bilhão e que os valores dos precatórios estavam sendo pagos rigorosamente em dia. A autarquia guarulhense também usava a justificativa para o acúmulo da dívida a baixa quantidade fornecida pela companhia estadual.
 
Em Guarulhos, a Sabesp é responsável pelo abastecimento de 87% do consumo de água da cidade. No mês de fevereiro do último ano, o SAAE, em nota, alegou que a cidade estava recebendo volume de água inferior ao que considerava ideal para o abastecimento dos pouco mais de 1,3 milhão de habitantes. A cidade recebeu 2,56 metros cúbicos, quando o ideal, segundo a autarquia, seria de 3,34 metros cúbicos.

 

 

Insira seu comentário

Seja o Primeiro a comentar esta noticia

Insira um comentário