Guarulhosweb
   

Café de garrafa

Ernesto Zanon    10/01/2017 06:58

 

Adepto do cafezinho a qualquer hora do dia, Alexandre Zeitune, à frente da Secretaria de Educação, logo ao assumir o cargo proibiu o uso de algumas máquinas sofisticadas que ofereciam expresso, cappuccino, mocha, entre outras opções, que custavam caro aos cofres públicos. Daqui para frente, só o cafezinho de garrafa, preparado pelas servidoras da Pasta. Só neste corte, ele conseguiu economizar R$ 37 mil por mês, ou seja, mais de R$ 450 mil por ano.
 
 
Mutirão nas redes
 
As redes sociais foram tomadas, no sábado e no domingo, por gente comentando a iniciativa da Proguaru em promover um mutirão de limpeza no Bosque Maia. A maior parte das postagens era de gente parabenizando a ação, principalmente depois que o prefeito Guti (PSB) e o vice Alexandre Zeitune (Rede) resolveram colocar a mão na massa e ajudar nos trabalhos. Mas teve alguns que preferiram – como sempre escondidos atrás de computadores ou smatphones – criticar. Disseram que se tratava de demagogia, que privilegiou uma área nobre, que há coisas mais importantes, entre outras pérolas.
 
 
Elementar, meu caro
 
Em algumas postagens, munícipes aproveitaram para mostrar diferentes problemas que já são comuns por toda a cidade, como se tudo pudesse ser resolvido de uma hora para outra em um toque de mágica. Sobre as críticas em relação a começar pelo Bosque Maia, o empresário Wilson Lourenço bem Lembrou que o ex-prefeito Elói Pietá (PT), quando decidiu revitalizar os centros comerciais de Guarulhos, começou pela rua Dom Pedro, por um motivo simples. Assim como o Bosque Maia, o hoje calçadão do Centro recebe pessoas de toda a cidade.  
 
 
Valorização dos espaços
 
Ainda no domingo, antes do mutirão chegar ao fim, também via rede social, assessores de Guti confirmaram que o Parque Chico Mendes, localizado nos Pimentas, receberá o mesmo tipo de atenção no próximo final de semana. Esse tipo de mutirão, com a efetiva participação da população, que passa a valorizar mais os espaços públicos, deverá ocorrer pelo menos duas vezes por mês em diferentes pontos de Guarulhos.
 
 
Agilidade
 
E por falar em Bosque Maia, a decoração de Natal – realizada em parceria com a iniciativa privada – foi retirada pela Prefeitura em apenas três dias nesta administração, muito diferente do que ocorreu no ano passado. Nunca é demais lembrar que a árvore erguida em 2015 ficou no local até bem depois da Páscoa, porque o governo passado “se esqueceu” de retirá-la do local. 
 

 

 

Insira seu comentário

Todos os comentários e opiniões expressas são de inteira responsabilidade dos autores.

Comentários:

  1. ELIZABETH 10/01/2017 10:00

    Natal - Ponte Estaiada

    Aproveitando o assunto sobre o Natal, a decoração colocada pela Telhanorte na Ponte Estaiada em 2015 (que nem foi usada), ainda está lá "decorando" a nossa ponte. Quem seria o responsável em retirar?

Insira um comentário


estadao brasil Leia Também

15/09 07:16
Guerra santa
12/09 07:37
Roubaram nosso verde
01/09 07:46
Gosta de apanhar?