Guarulhosweb
   

Série A3: Flamengo contrata meia com passagem pelo futebol de Omã

Antônio Boaventura    10/01/2017 10:33

 

O Flamengo confirmou mais um importante reforço para a disputa do Campeonato Paulista da Série A3. Se trata do meia Roni, de 30 anos, que estava no Al-Shabab, de Omã. O articulador é natural de Cansanção, cidade do interior da Bahia, e possui um vasto currículo, acumulando passagens de destaque pelo futebol sul-coreano, defendendo o Ulsan Hyundai Mipo Dockyard Dolphin (campeão nacional de 2011) e o Goyang Hi FC.
 
Em território brasileiro, além do Penapolense, onde disputou a elite do Campeonato Paulista, em 2015, foi campeão estadual sub-20 pelo Mogi Mirim (2006) e segundo colocado da Série A3 de 2009, honrando as cores do Grêmio Osasco. Roniere José da Silva Filho, que, em São Paulo, também passou por Batatais (2007), Atibaia (2008), Primeira Camisa (2010), Inter de Limeira (2011) e Taubaté (2013), mostrou-se honrado por chegar ao Flamengo de Guarulhos e projetou uma Série A3 de sucesso defendendo o clube da cidade onde reside desde 2001.
 
“É um privilégio poder defender o Flamengo de Guarulhos. Moro aqui há muito tempo, mas sempre atuei fora. Passei por Coréia do Sul, Omã e Minas Gerais. A oportunidade de jogar por um clube de Guarulhos chegou e me deixa muito animado e honrado. Defenderei as oito listras com o máximo de empenho, amor e dedicação. Os torcedores podem esperar um atleta focado e determinado a fazer história aqui”, sintetizou.
 
Ambientado ao grupo, Roni analisou o início dos trabalhos programados pela comissão técnica liderada por Rogério Delgado e exaltou o cronograma de lapidação física do Rubro-Negro, tendo em vista a estreia pela Série A3, diante do Olímpia, dia 29 de janeiro, fora de casa: “As atividades são bem puxadas, porém, estão sendo conduzidas de forma excelente. É disso que precisamos no atual momento. Precisamos iniciar a jornada com o mais alto suporte técnico e corporal. Os exercícios de intensidade máxima fazem a diferença para nós”.
 
Ao traçar um diagnóstico sobre o elenco gerenciado por André Ricardo Pereira, o maior ídolo da história rubro-negra, o meia baiano não poupou elogios e destacou a possibilidade de trabalhar ao lado de atletas experientes no quesito acesso. “O Flamengo vem montando um plantel de respeito, com jogadores rodados e entendedores da divisão. Conheço muitos aqui. E já tive a oportunidade de enfrentar a maioria pelos campos de São Paulo. Entretanto, a comissão técnica também trouxe jovens de muita qualidade e vigor físico. A mescla vai fazer a diferença”, pontuou.
 
Por fim, Roni avaliou a Série A3 de 2017 como uma competição de alta qualidade, mas depositou expectativas no progresso flamenguista. Na temporada passada, os comandados de Rogério Delgado, invictos durante 18 rodadas, acabaram na terceira posição, a um passo do sonhado acesso.
 
“A divisão estará ainda mais competitiva. Entretanto, confio em outra temporada de sucesso do Flamengo de Guarulhos. A presença dos remanescentes será de suma importância para a caminhada. Teremos partidas complicadas, em estádios hostis e diante de adversários qualificados. Com o decorrer do torneio, ganharemos entrosamento e lapidaremos ainda mais o plantel. Estou confiante para selar o objetivo maior”, encerrou.

 

 

Insira seu comentário

Todos os comentários e opiniões expressas são de inteira responsabilidade dos autores.

Comentários:

  1. elisa beth 11/01/2017 11:42

    NÃO ENTENDO

    VÍ ALGUNS JOGOS DA FASE FINAL DOS CAMPEONATOS DE VÁRZEA DE GUARULHOS E AFIRMO? HÁ BACIADAS DE JOGADORES MELHORES QUE ESTES QUE O FRAMERDINHA ANDA CONTRATANDO; BASTARIA CONDICIONAR FISICAMENTE OS NOSSOS AMADORES QUE O TIME NO MÍNIMO SERIA MELHOR QUE ESTE COM JOGADORES DE OMÃ E OUTRAS PARADAS(comessão

Insira um comentário