Guarulhosweb
   

Presos do Parada Neto não podem receber visitar e mantimentos até domingo

Antonio Boaventura - Do GuarulhosWeb    11/01/2017 10:47

 

Detentos que estão abrigados no pavilhão III da Penitenciária I “José Parada Neto” estão com visitas e entrega de mantimentos suspensas até o próximo domingo, 15. A punição aos presos está relacionada a agressão ao diretor do Núcleo de Segurança e Disciplina e outros dois agentes de segurança que trabalham no local, que não tiveram seus respectivos nomes revelados pela Secretaria de Administração Penitenciária do Estado.
 
O incidente envolvendo o gestor e os agentes se deu no dia 2 deste mês. Como punição aos infratores, a administração daquele empreendimento prisional decidiu suspender alguns dos benefícios que os mesmos têm direito como visitas e o recebimento de mantimentos por familiares ou visitantes (Jumbo). A Pasta também informou que existe um processo de investigação em curso para apurar os fatos.
 
A Secretaria de Administração Penitenciária do Estado também ressaltou que esta medida tem como objetivo ouvir os presos durante a apuração, realizar revistas e proteger a integridade física de funcionários, visitantes e advogados, a direção da unidade estipulou a suspensão cautelar das visitas no dia 08 e 15 e a entrega do Jumbo (a comida que vem de fora do presidio e itens de higiene pessoal – cada unidade tem a sua regra) nesta quinta-feira, 12.
 
Em função do ato de indisciplina dos detentos daquela unidade, a administração optou por realizar o isolamento dos abrigados daquela instalação. No entanto, a Pasta não informou a quantidade de detentos que o pavilhão III abriga e tampouco a sua totalidade nos demais pavilhões. Mas, ela reitera que estes estão sujeitos às punições previstas na Lei de Execução Penal por falta grave. 
E por fim, a SAP informa que a Portaria Conjunta CRO/CRN/CCAP/CRC/CVL - 001, de 19/04/2007, padroniza as regras para a entrega de jumbo nas Unidades Prisionais. É permitido aos visitantes levar gêneros alimentícios, inclusive comidas prontas em geral, acondicionadas em recipientes transparentes - neste último caso, somente no dia da visita no sábado ou no domingo. É permitido também o envio de remessas semanais de bens, objetos e comidas não perecíveis. 

 

 

Insira seu comentário

Todos os comentários e opiniões expressas são de inteira responsabilidade dos autores.

Comentários:

  1. Anônimo 13/01/2017 08:38

    LEI Execução Penal

    Na verdade que se cumprisse a retro Lei a qual o detento teria que trabalhar para reparar os prejuízos causado a terceiros. Simples. Cumpra-se a Lei.

  2. Roberta 12/01/2017 17:11

    verdades

    Bolsonaro 2018

  3. Erika 12/01/2017 17:08

    Dh

    Preso precisa trabalhar pra pagar a comida.

  4. Agmar 12/01/2017 17:07

    Sap

    tudo corrupto

  5. Marcos Junior 12/01/2017 17:06

    Quer nada não

    Estuprador não quer nada, só kit e colchão!

  6. sandro 12/01/2017 00:21

    è o fim

    NA verdade esse tal de Jumbo não deveria existir,o Estado serve as refeições para os presos, esse jumbo não passa de uma regalia , e funciona como um esquema interno e externo de propinas que são pagas para comercialização dentro dos presídios,

Insira um comentário