Guarulhosweb
   

Mobi Like On, a versão sofisticada do sub compacto da Fiat

Ernesto Zanon - Fotos: Danilo Sanches/GuarulhosWeb    15/01/2017 16:18

 

A Fiat depois que deixou de produzir em 2013 o Mille, um pé-de-boi que herdou o espaço deixado pelos velhos Fuscas, não por acaso, perdeu a liderança no mercado brasileiro, que perdurou por bem mais que uma década. O Uno, que deu origem ao Mille, “se sofisticou” demais para um carro de entrada. Assim, surgiu o Mobi, um sub compacto para tentar recolocar a fabricante mineira de volta à ponta. Mas não se trata de uma tarefa fácil.
 
Ano passado, o Mobi foi lançado apenas em versões com o mesmo motor 1.0 utilizado no Uno. O três cilindros, uma tendência do mercado para diversos marcas, veio só no final do ano. O MN avaliou uma versão Like On, quase a top de linha, ainda equipada com o quatro cilindros. Para complicar um pouco mais a vida da Fiat, o sub compacto briga com o eficiente Volkswagen Up!. Porém, ambos acabam disputando espaço, devido aos preços, com modelos maiores. O Mobi Like On sai por R$ 41.348,00.
 
Tudo bem que se trata de uma versão bem completa. Vem com rodas de liga leve de 14 polegadas, faróis de neblina, banco do motorista com regulagem de altura, retrovisores elétricos com Tilt Down e repetidores de direção, kit Comfort (apoio para o pé esquerdo do motorista, porta-óculos e alças de segurança), sensores de estacionamento, tecidos diferenciados em duas cores com costuras brancas, alarme e rádio B7 com comandos no volante. Mas é pequeno demais, já que abriga com dificuldade dois passageiros de maior estatura no banco de trás e o porta-malas é bem restrito. Não dá para levar muita coisa. Ou seja, trata-se de um carro urbano e funcional.  
Neste sentido, o Fiat Mobi vai muito bem. Assim, as dimensões compactas se tornam qualidades. Ele é fácil de manobrar e estacionar. Por ser leve, o motor Fire Evo Flex 1.0, de até 75 cv de potência (com etanol). dá conta com sobras, permitindo bom desempenho, consumo satisfatório e estabilidade.
 
 
Carro parece ser maior do que é
 
A aparência robusta do Mobi passa a impressão dele ser maior do que realmente é. A tampa traseira de vidro de alta resistência na cor preta dá um ar de sofisticação. Ou seja, trata-se de um carro desenvolvido para ser pequeno em tamanho, mas grande em soluções
 
A imponência da dianteira se destaca pelo capô alto (esculpido com vincos longitudinais) e faróis, que se estendem pela lateral do veículo. A grade tem papel fundamental, com o contorno inferior se repetindo em vários pontos, conferindo maior unidade. Ela pode ainda contar com acabamento em preto brilhante, elevando o nível de sofisticação. Na parte frontal inferior, os cortes que formam a entrada de ar e os abrigos dos faróis de neblina reforçam a modernidade do design.
 
A impressão de porte maior se repete na lateral do Mobi, graças aos para-lamas “musculosos”, que se interligam por um grande vinco que começa no farol, percorre a parte inferior das portas e sobe de novo na traseira, para terminar na lanterna, proporcionando muito dinamismo.
 
Atrás, o maior destaque fica por conta da tampa do porta-malas, uma peça única e resistente de vidro preto. Ela deixa em evidência a tipologia do logo da Fiat, aumentando a elegância do conjunto. Assim como os faróis, as lanternas têm máscara negra e exibem volumes que acompanham a lateral da carroceria.
 
Por dentro, o Fiat Mobi apresenta textura especial na parte central do painel e nas portas. O módulo central engloba o espaço para o sistema de áudio/entretenimento, com saídas de ar redondas nas pontas e quadradas no centro, complementando o bloco formado pelos comandos de ventilação/ar-condicionado.
 
O quadro de instrumentos com iluminação a LED e display de 3,5 polegadas permite boa visualização das informações, como o nível do tanque de combustível e temperatura do líquido de arrefecimento do motor. Possui ainda indicação para a troca de marcha (Shift Up/Down), instruindo o motorista para uma condução mais econômica. Mostra hora, hodômetros parcial e total, além da indicação do nível de combustível e temperatura do motor. E pode ser equipado com conta-giros e computador de bordo.

 

 

Insira seu comentário

Seja o Primeiro a comentar esta noticia

Insira um comentário