Guarulhosweb
   

Vai de táxi

Ernesto Zanon    27/01/2017 07:31

 

Fora da Câmara Municipal, o ex-vereador Edmilson Americano (PHS), como presidente da Abracomtaxi (Associação Brasileira das Associações e Cooperativas de Táxis), segue sua cruzada para mostrar que o Uber não é tão reluzente como quer fazer aparecer. Em nota divulgada por sua assessoria, ele mostra que, entre janeiro e setembro de 2016, o aplicativo amargou um prejuízo de US$ 2,2 bilhões. Em balanço recente divulgado pelo site Reclame Aqui, o serviço figura entre os mais mais de 2016. No ano passado, foram 30 mil queixas registradas contra o Uber.
 
 
BNDEike
 
A notícia sobre o mandado de prisão do megaempresário Eike Batista não surpreendeu o ex-deputado federal do PSDB de Guarulhos, Carlos Roberto. Em 2013, na Câmara Federal, ele foi o responsável pela abertura de subcomissão para investigar possíveis desmandos do BNDES, durante as gestões petistas na Presidência. Não à toa, o megaempresário carioca – quase quatro anos atrás – já chamava a atenção pela facilidade que encontrava para obter dinheiro do banco. Tanto que “ganhou” um artigo, assinado pelo parlamentar, com o título BNDEike.
 
 
 
Maioria garantida
 
Desde que venceu as eleições, Guti (PSB) trabalha para obter o apoio necessário na Câmara Municipal, a fim de garantir a maioria para conseguir aprovar projetos de interesse do Executivo, a fim de poder governar a cidade. Como tinha apenas quatro vereadores eleitos por sua coligação, poucos acreditavam que ele poderia obter sucesso. Ontem, o vice-líder do Governo na Casa, Pastor Anistaldo (PSC), já contabilizava 23 parlamentares fechados com o prefeito. “E pode vir mais”, apontou.
 
 
Bomba, pero no mucho
 
A Câmara voltará do recesso na próxima quinta-feira, dia 2, com uma “bomba” para alguns. O primeiro projeto de lei, que até poderia causar algum conflito junto à oposição, será o que reorganiza os cargos comissionados da Prefeitura, já que os 1.941 nomeados pelo governo anterior foram extintos na primeira decisão de Guti, para cumprir decisão judicial. No entanto, caso houver coerência, até mesmo vereadores do PT deverão votar favoravelmente já que durante os últimos 16 anos eles defenderam com unhas e dentes os comissionados.
 
 
 
Workaholics
 
Durante muito tempo, comissionado foi sinônimo de “encostado” ou de “carguinho”, mas na nova gestão o buraco é mais embaixo. Sem o contingente demitido, diversas secretarias ficaram mancas, já que uma parte exercia funções fundamentais para garantir o bom atendimento à população. Desta forma, comissionados que ficaram na Prefeitura, Saae e Proguaru hoje trabalham até mais que alguns servidores efetivos. Por serem de confiança e pela responsabilidade que têm, muitos não têm mais hora para entrar ou sair do serviço e se tornaram verdadeiros workaholics. 

 

 

Insira seu comentário

Seja o Primeiro a comentar esta noticia

Insira um comentário


estadao brasil Leia Também

27/04 07:18
Guarulhos perde
26/04 07:08
Adesão forçada
25/04 07:23
Até no Fantástico
21/04 09:01
Só primeiro tempo
20/04 07:07
Juíza afastada
19/04 07:26
Ligações perigosas