Guarulhosweb
   

Família tenta arrecadar fundos para compra de remédio para câncer raro

Redação Guarulhosweb    15/02/2017 13:51

 

A jovem guarulhense Ana Omena, de 26 anos, tem um tipo de câncer raro, chamado Linfoma Hodgkin. Ana convive com a doença há 2 anos e precisa importar com urgência um medicamento chamado Brentuximabe Vedotin. A família tentou através da Justiça conseguir a importação do medicamento que deve ser concluído em seis meses, porém o tratamento precisa ser iniciado com urgência. Por este motivo amigos e familiares iniciaram uma campanha de arrecadação coletiva que tem como meta atingir os R$ 300 mil necessários para a compra de metade da medicação.
 
Ana foi diagnosticada com a doença em dezembro de 2014.  A jovem iniciou o tratamento com quimioterapia, porém o resultado não foi o esperado. Passou por transplante de medula óssea autólogo, porém recebeu a notícia de que o tumor havia progredido e se espalhado de forma agressiva pelo corpo, agravando a situação.
 
O medicamento foi recomendado pelos médicos como sendo o único possível para reverter o caso. Porém a família da jovem não tem condições financeiras de arcar com os custos. Ana precisa de 32 frascos da medicação que correspondem a dois por aplicação. Um total de 16 ciclos, serão 1 ano e 4 meses de tratamento. Cada frasco custa R$ 18.900,00. 
 
A decisão do processo judicial que assegura a importação do medicamento tem um prazo de 6 meses. Por este motivo a família necessita da metade do total de R$ 640.800,00 para financiar o início do tratamento.
 
Para colaborar com a “Vaquinha online” basta acessar o site: https://www.vakinha.com.br/vaquinha/todos-juntos-com-a-ana
 
 
Para depósitos feitos em conta:
Caixa Econômica Federal                        
Agencia: 3279                        
Operação: 013                        
CPF: 38979448805       
Conta poupança: 16264-5
Ana Paula Omena Alves
 
 
PARA MAIS INFORMAÇÕES: 
https://www.vakinha.com.br/vaquinha/todos-juntos-com-a-ana
https://www.facebook.com/AcuraPaulaLima/

 

 

Insira seu comentário

Todos os comentários e opiniões expressas são de inteira responsabilidade dos autores.

Comentários:

  1. Anônimo 15/02/2017 14:16

    Muito obrigado de coração por colaborar com amigos e familiares com essa reportagem que Deus abençoe quem ajuda o próximo.

Insira um comentário