Guarulhosweb
   

Via Rápida Empresas deverá começar a funcionar em Guarulhos no dia 4 de abril

Katia Russões - Do GuarulhosWeb    16/02/2017 16:46

 

Guarulhos será o primeiro município a implantar o Via Rápida Empresas em 2017. O projeto já está presente em 132 cidades do Estado e deve viabilizar as licenças de funcionamento de empresas consideradas de baixo risco em até 48 horas. Com o início do programa, que tem a parceria da Prefeitura de Guarulhos, Junta Comercial do Estado de São Paulo (Jucesp), e apoio da Secretaria Estadual de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia (SDCETI),  a cidade passa a ser a maior do estado a receber o projeto.
 
O Via Rápida Empresas foi apresentado nesta quinta-feira no auditório do Paço Municipal e contou com a presença do prefeito Guti e seu vice Alexandre Zeitune, além do presidente da Jucesp, Jânio Benith, o secretário da SDCETI, Rodrigo Barros, e os deputados estaduais, Caio França (PSB) e Gileno Gomes (PSL), além de vereadores e representantes que fizeram parte do projeto e empresários.
 
O evento contou ainda com a presença de Tony Kanaã, piloto da Formula Indy, que será o garoto propaganda do programa. Tony explicou que ficou feliz com o convite de Guti, seu amigo pessoal, e aproveitou o momento para contar que a cidade de Guarulhos foi o local escolhido por seu pai, já falecido, para a instalação de uma transportadora já extinta.
 
Segundo Guti, o projeto será importante para o empresário que atualmente leva 3.120 horas para receber uma licença de funcionamento e passará a realizar a operação em até 48 horas. O sistema é informatizado e pode ser acessado por qualquer empresário que esteja disposto a abrir o seu estabelecimento na cidade. As solicitações passam por uma avaliação de risco que permite que as empresas de baixo risco recebam suas autorizações online.
 
Para as empresas consideradas de risco ou que possuam atividades que necessitam de autorizações de outros órgãos como Corpo de Bombeiros e Vigilância Sanitária, o processo passa a seguir os protocolos já estabelecidos.
 
As informações são fornecidas pelo site e em seguida fiscalizadas pela prefeitura como já acontece atualmente. Segundo balanço realizado durante os estudos do projeto, a SDCETI chegou ao número de 2 mil empresas que atuam na cidade sem a licença de funcionamento.
 
O Via Rápida estará disponível a partir de 4 de abril e deve apresentar diversos benefícios aos empresários como: diminuição da barreiras para a formalização, simplificação de processos e procedimentos, transparência, acompanhamento em tempo real, redução do tempo para a abertura de empresas, redução do tempo para licenciamento de atividades, para casos de novas empresas e já instaladas, facilidade na renovação das licenças, segurança jurídica, entrada única de solicitação, licenciamento integrado e documento único.
 
Uma força tarefa deve ser disponibilizada aos empresários em uma “Sala do Empreendedor” com 20 funcionários de diversas pastas para tirar dúvidas dos empresários a princípio.  
 

 

 

Insira seu comentário

Seja o Primeiro a comentar esta noticia

Insira um comentário