Guarulhosweb
   

Servidores da Câmara receberam até 22 vezes mais que o salário em janeiro

Redação Guarulhosweb    16/02/2017 20:21

 

Reportagem exibida pelo jornal SPTV 2ª Edição, da TV Globo, nesta quinta-feira, mostrou – assim como o jornal Folha Metropolitana já havia trazido na semana passada – que cerca de 40 servidores da Câmara Municipal de Guarulhos receberam verbas muito acima do que os salários referentes ao mês de janeiro. Com a repercussão negativa do caso e diante da crise financeira que passa o município, o Legislativo teria determinado que o dinheiro seja devolvido, mas em parcelas mensais, que podem levar até 18 anos e meio para serem quitadas. 
 
Segundo a reportagem que teve acesso ao Portal do Servidor do Legislativo, que motra os valores pagos, há casos em que o funcionário levou para casa 22 vezes mais que o salário base de uma só vez neste mês de janeiro, como é o caso de Sérgio Luiz Deboni, secretário chefe de Gabinete, um cargo de confiança do presidente da Casa, Eduardo Soltur (PSD). Ele recebeu pouco mais de R$ 145 mil, sendo que o salário base gira dele em torno de R$ 6.400,00. No entanto, o advogado - que tem forte influência política na Casa de Leis - sempre recebeu valores bem acima, por incorporar diversas gratificações oferecidas pelo serviço público, tudo dentro da lei. 
 
Em entrevista à TV Globo, Deboni disse que não há nada de errado nos valores recebidos, já que se trataria da restituição de férias que não foram pagas na década de 80. “É um direito meu. Trabalhei quatro meses, cerca de 10 horas por dia na época”, afirmou.  
 
Já Aparecido dos Reis Machado, diretor de administração de RH da Câmara, deu outra versão. Ele alegou à reportagem que recebeu em janeiro 12 vezes mais que o salário, porque seriam valores que não foram pagos em 2016. “Eram vantagens incorporadas no salário que não foram pagas . E agora eles consideraram que deveriam pagar”, alegou. 
 
Ainda segundo a TV Globo, diante da crise financeira que passa Guarulhos, o presidente da Câmara, Eduardo Soltur, teria determinado que todos os servidores que receberam os valores a mais façam a devolução do dinheiro. Porém, o dinheiro só voltará aos cofres público em parcelas que podem levar anos para serem quitadas, já que a determinação seria a de que as parcelas que não podem passar de 10% do que os funcionários recebem dos salários mensais. 
 
Se a informação for confirmado, no caso de Deboni, considerado-se 10% do salário base de R$ 6.431,033 por mês, o valor de R$ 145.162,87 que ele levou só voltará aos cofres públicos ao longo de 225 meses, ou seja, em 18 anos e meio. 
 
Veja aqui a íntegra da reportagem da TV Globo
 

 

 

Insira seu comentário

Todos os comentários e opiniões expressas são de inteira responsabilidade dos autores.

Comentários:

  1. Anônimo 21/02/2017 17:49

    cuidado uma laranja podre estraga as outras. Prefeito a população é contigo !

  2. Público 18/02/2017 15:47

    Servidor Laranja

    Esses servidores são laranjas, alguem tem duvida de quem fica esse dinheiro Roubado da cidade? Termina com tur.

  3. JOSE LIMA 18/02/2017 15:26

    esse é cara

    enfim, qual dos vereadores, com certeza os dois mais antigos na casa podem responder, há quanto esse DEboni e sua esposa tem cargo nessa casa de falcatruas....será que é por profissionalismo ou......quem sabe responde ou se cala... e quanto seu chefe levou dessa bolada...

  4. clarice 17/02/2017 18:57

    ISSO É NOJENTO!!!

    É extremamente nojento ver algo como este acontecer em nossa cidade. Ainda bem que temos imprensa de olho.Parabéns à TV Globo pelo seu jornalismo. E ao Guarulhos Web por colocar a matéria. Queremos ver nossa cidade limpa.

  5. Nelson 17/02/2017 14:46

    E o site tira o destaque da noticia rapidinho sei lá porque motivo, estão protegendo o Eduardo Soltur por algum motivo? E um grande obrigado aos eleitores do Eduardo Soltur por ajudarem a acabar com a cidade, aposto que vocês fazem parte do grupo que sempre xinga políticos disso e daquilo.

    1. 17/02/2017 16:41

      A noticia nao saiu do destaque. Devido ao grande volume de noticias produzidas, ela naturalmente desce, mas esta disponivel para quem quiser ler

  6. Marcos Cesar 17/02/2017 10:06

    Engraçado, a maioria dos servidores ficaram sem receber ferias e ninguem determinou para pagar. O mais ridiculo é o servidor da GCM ter sido convocado a trabalhar 2 de novembro e não receber por isso até agora. E o adicional noturno q é lei tb não receberam. Pq vantagens para uns e outros não.

  7. Anônimo 17/02/2017 08:18

    Roubo

    Isso é um roubo na cara do cidadão, porque invés de pagar 22x o salário de um cara que não fará falta nenhuma, não pega esse dinheiro e paga os funcionários da saúde que estão em atraso prejudicando a população.

  8. Anônimo 17/02/2017 07:46

    Devolver agora

    Essa devolução tem que ser imediata. Pagar o que é de direito dos funcionários concursados que é bom nada.

  9. Cleonice Silva 17/02/2017 05:33

    Esses caras deveriam ter vergonha na cara de aparecer com essa maior cara de pau e falar que tem direito a esse valor!!!! Bando de ladrões e aproveitadores!!! O Soltur deveria era demitir sumariamente esses servidores!!!!

  10. Anônimo 16/02/2017 20:48

    Vergonha

    Trabalhou 4 meses...... E recebeu tudo isso de férias!!!" e Guarulhos fálida !!!! Devem existir outros na mesma situação.

Visualize todos os 10 comentários

Insira um comentário