Guarulhosweb
   

Obra de ficção

Ernesto Zanon    21/02/2017 07:16

 

Qual trabalhador brasileiro não gostaria de receber um aumento salarial mais de três vezes superior à inflação? Provavelmente todos. Mas imaginar que isso é possível em um momento de grave crise econômica e desemprego em alta só pode ser obra de ficção. E não é que o Sindicato dos Servidores aprovou – na última sexta-feira – 20% como índice a ser defendido na campanha salarial deste ano? Em tempos de Prefeitura quebrada, um pouco de bom senso seria de bom tamanho para quem diz que defende a categoria.
 
 
Perna curta
 
Os estudos sobre saneamento básico divulgados pelo Instituto Trata Brasil trazem números interessantes. Em relação a Guarulhos, que figura como a 94ª cidade em tratamento de esgoto entre os 100 maiores municípios brasileiros, um dado chama demais a atenção. Segundo a organização, em 2011 a cidade tratava 29,01% do esgoto. Mas em 2015, o índice caiu mais de 25% indo para 3,82%. O Saae informa que são apenas 2,95% que chegam às três Estações de Tratamento, porque a cidade não conta com rede coletora. Fica evidente que os dados de seis anos atrás foram maquiados pela administração anterior, visando as eleições de 2012. Mas como mentira tem perna curta, a verdade veio à tona.
 
 
Alto Tietê
 
Conforme esta coluna antecipou no último dia 2, o ex-diretor da Secretaria Municipal de Educação, Fernando Sapum, segundo suplente do PT na Câmara Municipal, deixou o partido nesta segunda-feira. Junto com outro graduado ex-petista, que também abandonou a legenda recentemente, trilha o mesmo caminho para formar um grupo forte, que tem como base o Alto Tietê.
 
Patos n´água
 
O cancelamento do desfile de um bloco carnavalesco que sairia no Lago da Vila Galvão no final de semana gerou insatisfação a muitos foliões. No entanto, a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano, responsável pelo licenciamento de vendas por ambulantes, proibiu apenas a realização da feira que ocorreria paralela ao evento. Os organizadores iriam usar o espaço público para instalar barracas sem a devida autorização da administração, o que contrariava os interesses dos vendedores devidamente licenciados já instalados ali. Quem estava acostumado com a velha mania de que sempre há um jeitinho para tudo deu com os patos n´água.  
 
 
Perigo no ar
 
Neste final de semana, áudios que circularam em redes sociais mostraram conversas entre a torre de comando do Aeroporto Internacional de Guarulhos e pilotos da aviação comercial. São vários diálogos de instrução sobre a presença de balões na rota das aeronaves, indicando até mudanças de posições para evitar possíveis choques. Um graduado observador do movimento alerta sobre o grave risco de uma tragédia que paira sobre Guarulhos, principalmente numa nublada manhã de domingo, principal dia de atuação dos baloeiros (que podem sim ser chamados de criminosos). 

 

 

Insira seu comentário

Seja o Primeiro a comentar esta noticia

Insira um comentário


estadao brasil Leia Também

27/04 07:18
Guarulhos perde
26/04 07:08
Adesão forçada
25/04 07:23
Até no Fantástico
21/04 09:01
Só primeiro tempo
20/04 07:07
Juíza afastada
19/04 07:26
Ligações perigosas