Guarulhosweb
   

Feliz carnaval

Ernesto Zanon    24/02/2017 06:31

 

Nesta sexta-feira, dia 24, todo o funcionalismo público municipal já recebeu os salários, que são pagos no último dia do mês. Os esforços da equipe do prefeito Guti (PSB) foram no sentido de garantir que os servidores recebessem antes do feriado prolongado e pudessem aproveitar melhor os dias com a família. E pensar que, menos de dois meses atrás, ninguém tinha a certeza de que iria receber os vencimentos da Prefeitura, não? O mundo dá voltas. E de forma muito rápida. O vice-prefeito Alexandre Zeitune (Rede), secretário de Educação, não ficou atrás. Informou que também já repassou os valores devidos referente a este mês para as entidades conveniadas.
 
 
Reengenharia
 
Diversas secretarias municipais e órgãos ligados à Prefeitura vivem o clima de mudança. Algumas pastas, como a SDECETI e Trabalho já operam em novo endereço desde janeiro, deixando prédios alugados. Em março, várias outras já funcionarão em prédios próprios. Finanças sairá da avenida Salgado Filho e vai para o prédio hoje usado pelo Saae, no Bom Clima. Já a autarquia está levando seu setor administrativo para a sede operacional do Gopoúva. Comunicação, que perdeu o status de Secretaria, vai atuar na semana que vem dentro do Paço, onde antes estava Assuntos Legislativos, que também se tornou diretoria.
 
 
E dá-lhe economia
 
A Prefeitura ainda não tem um número fechado. Mas é certo que as economias proporcionadas com as entregas de prédios alugados ajudem muito a administração a superar o caos financeiro encontrado. Em um primeiro momento, há o alívio natural de diminuir as contas a pagar. Mas, em pouco tempo, estima-se que os valores economizados possam ser canalizados em investimentos. Nunca é demais lembrar que a gestão passada deixou de pagar alugueis de diversas pastas. Algumas, inclusive, estão em vias de serem despejadas. Há casos de atrasos que superam mais de um ano.
 
 
Dentro da rotina
 
Com as mudanças em curso, servidores dos mais diferentes setores estão instruídos para se organizarem de uma forma que os expedientes não sejam afetados. Ou seja, a chegada ao novo local de trabalho só ocorrerá no momento em que o espaço esteja pronto para que os serviços não sejam prejudicados. Apesar dos transtornos naturais deste tipo de processo, a ideia é que as adaptações ocorram na mais perfeita ordem.
 
 
Perseguição?
 
O cirurgião dentista Graco Neves, responsável pelo bloco de Carnaval que deixou de sair no Lago da Vila Galvão, garante que foi vítima de perseguição política. Ele, que lidera uma associação de comerciantes daquela região, além de estar lotado na UBS Acácio, alega que já tinha acertado com a Cultura, inclusive para a realização de um evento paralelo, instalando barracas que fariam vendas no entorno do lago. No entanto, disse que foi surpreendido pela Secretaria de Desenvolvimento Urbano. Até um parque de diversões, sem o devido licenciamento, iria se instalar caso a lei não prevalecesse. Na gestão anterior do PT, com quem mantinha ótimo relacionamento, ele nunca teve problemas. 

 

 

Insira seu comentário

Todos os comentários e opiniões expressas são de inteira responsabilidade dos autores.

Comentários:

  1. leandro 01/03/2017 15:44

    Nada além da obrigação

    Convenhamos que pagar os salários em dia, nada mais é do que obrigação.

Insira um comentário


estadao brasil Leia Também

21/03 07:15
Mais diferente ainda
17/03 09:06
Sem supersalários
16/03 07:35
Pouca inteligência
15/03 09:14
Prédio oco
14/03 08:34
Em destaque