Guarulhosweb
   

Delegacia Seccional e setores especializados da Polícia Civil já atendem em novo local

Katia Russões - Do GuarulhosWeb    06/03/2017 17:12

 

A Polícia Civil de Guarulhos tem um novo endereço na região central da cidade para atender a população. O prédio de nove andares possui espaço amplos que proporcionam melhor qualidade nos serviços prestados. Além da Delegacia Seccional, o local abriga o Setor de Homicídios, Núcleo de Investigação sobre Roubo, Furto, Apropriação Indébita e Receptação de Cargas, o Garra e o Núcleo Corregedor de Polícia de Guarulhos. Estão lá também a Delegacia de Defesa da Mulher, a Delegacia de Investigações sobre Crimes contra o Meio Ambiente e a Delegacia de Investigações sobre Entorpecentes (DISE).
 
As diversas delegacias estavam distribuídas em diferentes imóveis que eram alugados pela Prefeitura de Guarulhos. Vários deles estavam com os alugueis atrasados e corriam o risco de serem despejados. Um acordo fez com que o Governo do Estado assumisse a locação do novo imóvel. 
 
No entanto, a maior parte dos Distritos Políciais segue em prédios com alugueis pagos pela prefeitura, com exceção do 2°DP, que também passou a ser responsabilidade do Estado e do 1o DP que é sede própria. As atividades foram transferidas para o antigo prédio da Delegacia da Mulher, na rua Mena, no Jardim Santa Mena. Anteriormente o distrito funcionava na avenida Timóteo Penteado.
 
Para o delegado seccional Adilson Aquino, a administração ficou mais fácil, já que a permanência em um único local possibilita o acompanhamento de perto do trabalho das delegacias especializadas, tornando mais ágil a maneira dos setores se relacionarem. "Os detalhes fazem com que a nossa instalação seja muito melhor do que onde estávamos, separados e com prédios pagos pela prefeitura, de maneira que podemos ter uma atuação mais independente", explicou.
 
Quanto ao acolhimento à população, Aquino garante que  o atendimento ao publico será bem melhor. "É inegável que nós teremos condições de prestar o melhor atendimento, em um prédio limpo, com instalações adequadas e de fácil acesso", explicou.
 
Mudança
 
Aquino explicou que a mudança aconteceu de forma gradativa. O setor de comunicação, onde são armazenadas todas as informações, ainda permanece no prédio antigo até que todos os demais estejam instalados e ocorram as adaptações necessárias, uma vez que o processo necessita ser continuado para que não haja falhas.
 
O GuarulhosWeb esteve no novo prédio na tarde desta segunda-feira (6) e acompanhou de perto os trabalhos de mudança que ocorrem no salão principal e em alguns andares. Apesar dos transtornos causados pela passagem de objetos e movimentação constate nos elevadores, alguns munícipes já procuram pelo local em busca de serviços.
 
O novo prédio 
 
A nova sede da Polícia Civil em Guarulhos, na Rua Itaverava, número 48, era um desejo da própria instituição. Trata-se de uma construção nova, com nove andares, um espaço amplo e todas as condições necessárias para o atendimento à sociedade e o trabalho da instituição. Quando o processo finalmente se encerrou e o Governo do Estado alugou o imóvel, a mudança para a nova sede começou em janeiro deste ano, praticamente encerrando-se na semana passada, com a mudança do gabinete do delegado seccional e setores administrativos.
 
“Estamos bastante felizes pois essa mudança de ambiente vai melhorar ainda mais o trabalho policial e o atendimento à população”, explica o delegado seccional, Adilson Aquino. 
 
Sobre o atendimento às pessoas, “motivo principal da mudança para o novo prédio”, enfatiza o delegado, as novas instalações oferecerão mais conforto, algo importante num ambiente de delegacia, em que quase todo atendimento diz respeito a algum assunto desagradável. “Estamos agora a 50 metros da principal avenida da região central de Guarulhos, o que deve também facilitar muito o acesso das pessoas para cá”, complementa Adilson Aquino.
 
 

 

 

Insira seu comentário

Todos os comentários e opiniões expressas são de inteira responsabilidade dos autores.

Comentários:

  1. Anônimo 06/03/2017 22:07

    Que beleza!

    Delegacia especializada que não faz nenhuma grande apreensão de drogas nas grandes"favelas" da cidade(são Rafael, Tupinambá, Pimentas etc), especializada em cargas que só faz tráfico, e assim caminha a humanidade, o que será que acontece que não há apreen$$ões nesses lugares? hein Delegado?

Insira um comentário