Guarulhosweb
   

Mulher é morta por marido em estacionamento de condomínio na Ponte Grande

Katia Russões - Do GuarulhosWeb    09/03/2017 11:19

 

Por volta das 23h30 desta quarta-feira, 8 de março, quando é comemorado o Dia Internacional da Mulher, um homem esfaqueou e matou a esposa e fugiu. O crime aconteceu dentro de um condômino Máximo, localizado à rua Ana Soares Barcelos, 355, travessa da avenida Guarulhos, na Ponte Grande. Monica de Jesus Silva, que tinha 34 anos, não resistiu aos ferimentos e morreu.

Segundo vizinhos do casal, a briga teria começado no apartamento na torre 3, onde eles discutiram. Os gritos eram ouvidos de outras torres do empreendimento, porém ninguém interveio na briga entre marido e mulher. A esposa teria conseguir sair e fugiu em direção ao estacionamento, onde ela foi alcançada. O marido teria usado uma faca para golpear a parceira. O casal teria três filhos que foram amparados por vizinhos do local.

A vítima foi socorrida para o Hospital Geral de Guarulhos, onde não resistiu aos ferimentos e morreu. Até o momento desta publicação, a polícia não havia divulgado ainda o nome do acusado de ser o autor do crime, que teria fugido do local.

 

 

 

Insira seu comentário

Todos os comentários e opiniões expressas são de inteira responsabilidade dos autores.

Comentários:

  1. Anônimo 23/03/2017 23:19

    Matador de mulher

    Alguém sabe do paradeiro deste homem porém tem que por no Marcelo Resende novamente para localizar ou é só mais um impuni na cidade

  2. Anônimo 10/03/2017 08:46

    Em briga de marido e mulher não se mete a colher. Eu meto sim. Quando ouço e vejo brigas de intensidades, eu chamo a policia sim. Não sou indiferente ao sofrimento alheio.

  3. Anônimo 10/03/2017 07:38

    Um crime tão escroto e você preocupada com o texto mal escrito. Que ser humano é você, moça?

  4. Anônimo 09/03/2017 19:00

    Apurem

    Caros, por favor apurem direito as informações e parem de escrever as matérias no futuro pretérito!

  5. Anônimo 09/03/2017 11:56

    Fim do mundo

    É inacreditável a capacidade do ser humano de fazer atos tão cruéis, uma família inteira perdida por conta de uma atitude de violência extrema. Que Deus conforte as crianças

Insira um comentário