Guarulhosweb
   

Decisão judicial impede paralisação de ônibus nesta quarta-feira em Guarulhos

Redação Guarulhosweb    14/03/2017 21:15

 

Uma decisão judicial, em tutela antecipada, que teria sido obtida por entidades ligadas a empresas de transporte coletivo em algumas regiões de São Paulo, para impedir a paralisação promovida pela CUT (Central Única dos Trabalhadores) nesta quarta-feira, dia 15, em protesto contra a Reforma da Previdência. Segundo o sindicato da categoria, os ônibus não circularão em Guarulhos até às 7h desta quarta-feira. 
 
Segundo informações obtidas pelo GuarulhosWeb, o Tribunal Regional do Trabalho, em tutela antecipada, determinou frota mínima em operação na cidade de Guarulhos, em caso de paralisação dos motoristas e cobradores de ônibus. De acordo com a decisão, ao menos 70% dos ônibus devem operar nos horários de pico e 40% nas demais horas. Ainda não está confirmado se o sindicato da categoria acatará a decisão judicial. 
 
Em outra decisão, o TRT proibiu também paralisação de ônibus e Metrô na cidade de São Paulo. Mesmo assim, a prefeitura da capital suspendeu o rodízio municipal de veículos nesta quarta-feira. 
 
Em Guarulhos, a Prefeitura anunciou que realizará uma ação emergencial para monitorar as vias e minimizar os efeitos da paralisação, caso o Sincoverg (Sindicato dos Condutores) não cumprir a decisão judicial. 
 

 

 

Insira seu comentário

Seja o Primeiro a comentar esta noticia

Insira um comentário