Guarulhosweb
   

Deveria ser dia universal da água

Plínio Tomaz*    22/03/2017 09:13

 

O dia é mundial da água. Mas deveria ser dia universal. Motivos não faltam, principalmente quando remetemos à história. O volume de água na Terra é de 1,386 bilhão de km3, conforme Shiklomasov (1993), sendo 97,5% salgada e 2,5% doce. Esse volume é constante nos últimos 500 milhões de anos, mas não se sabe muito antes dessa data.
 
Na Bíblia, em Gênesis, consta que Deus separou as águas de baixo das águas de cima e assim fez o firmamento. No tempo de Adão e Eva, a água vinha de baixo e somente depois do casal comer do fruto proibido começou a chover, isto é, a água passou a vir de cima. Tales, o primeiro filósofo grego, dizia que tudo era água e, mais tarde, Empédocles acrescentou à agua o fogo, o ar e a terra.
 
No nosso Sistema Solar, a Terra é o único planeta que tem água nos estados sólido, líquido e gasoso. Mas praticamente todos os planetas possuem água, já que o ciclo dela faz a vida: as precipitações causam erosão na rocha, produzindo o solo, onde são cultivadas as plantas para nossa alimentação.
 
As novas teorias apontam que as águas dos vulcões não são suficientes para todo este volume existente na Terra, sendo teorizado que ela veio do espaço em blocos de gelo de 80 toneladas e a cada 10.000 anos acumulou uma camada de um a dois centímetros por todo o planeta. Conforme Peter Gleick, nos cometas, meteoros e meteoritos, a água é parecida com a da Terra, com base em estudos da Nasa (2001).
 
O universo se formou há 14 bilhões de anos e a Terra há 4,45 bilhões. A primeira bactéria que se tem notícia devido à presença da água na Terra data de 3,5 bilhões de anos. Existe água nos outros planetas do Sistema Solar e fora dele? Essa pergunta já foi respondida pelos cientistas que hoje contam com poderosos mecanismos para essa afirmação.
 
Assim, Júpiter não tem água, mas três de suas luas possuem muita. A chamada Europa tem mais água que toda a Terra. As outras duas, Ganímedes e Calisto, também possuem. Três luas de Saturno - Enceladus, Titan e Mimas - também contam com água, assim como a Triton, de Netuno. Saturno possui a lua Enceladus com muito gelo e vapor de água. Marte possui, na superfície, material com 70 a 300 partes por milhão de água. Há evidência de um antigo lago descoberto pela Nasa.
 
Ainda no Sistema Solar, existem mais de 200 planetas-anões que giram em torno do Sol, como Ceres e Plutão, que possuem uma nuvem de vapor de água. Também existe água nas nuvens interestelares, que são vapores de água. Ou seja, como há água em todo o Sistema Solar e também fora dele, justifica-se o termo dia universal da água. 
 
*Plinio Tomaz é engenheiro e superintendente-adjunto do Saae (Serviço Autônomo de Água e Esgoto) de Guarulhos
 
 
 

 

 

Insira seu comentário

Seja o Primeiro a comentar esta noticia

Insira um comentário


estadao brasil Leia Também