Guarulhosweb
   

VW SpaceFox Highline, a perua que sobreviveu com classe

Ernesto Zanon    28/03/2017 10:28

 

Elas já foram mais poderosas. Quase todas marcas ofereciam as peruas, que passaram a ser chamadas de station wagons. Derivadas de compactos e médios, reinaram no mercado por um bom tempo, mas com o advento das SUVs foram perdendo espaço e sendo descontinuadas ou substituídas. Um dos únicos modelos que sobreviveu no mercado brasileiro foi a Volkswagen SpaceFox, que conseguiu se manter atualizada e hoje é uma boa opção para quem quer um carro maior que o compacto, mas não quer entrar na onda dos utilitários esportivos menores.
 
O GuarulhosWeb avaliou durante dez dias a versão Highline, top de linha da família SpaceFox, equipada com o motor 1.6 MSI de até 120 cv (etanol), com câmbio manual de seis marchas. Trata-se de um carro muito agradável de dirigir, tanto na cidade como na estrada. Com bom espaço interno, para quatro ou cinco ocupantes e um porta-malas bastante interessante, com capacidade para 440 litros de carga.
 
O motor 1.6 tem desempenho mais do que satisfatório. Acelera bem e não exige uma troca constante de marchas. Na estrada, em sexta, comporta-se quase como um automático, já que suporta avanços na aceleração ou reduzidas sem precisar ficar fazendo trocas. Durante uma viagem de 250 km, apresentou no computador de bordo consumo médio de 16 km com um litro de gasolina. Nada mal. Na cidade, fica na casa dos 11 km/l. 
 
O requinte da versão Highline está no bom número de equipamentos oferecidos. O preço é salgado. Sai por R$ 71,1 mil, valor de algumas SUVs disponíveis no mercado. Mas oferece teto solar com acionamento elétrico, a nova geração de sistemas de infotainment, central multimídia que possibilita maior interatividade e entretenimento, além de um visual mais moderno e tecnológico. O equipamento inclui a tecnologia Volkswagen App-Connect, que reúne as plataformas MirrorLink, Apple CarPlay e Google Android Auto.
 
Tem ainda revestimento dos bancos em native e sistema “Park Pilot”. Há, também, o módulo Interativo I, que traz rodas de liga leve de 15” e volante multifuncional, sensores de chuva e de luminosidade (crepuscular), espelho retrovisor eletrocrômico, faróis com função “Coming & Leaving Home”, controlador automático de velocidade de cruzeiro (“piloto automático”) e luz de conversão estática (cornering light).
 
 
 
Sistema de entretenimento é destaque
 
O sistema de infotainment “Composition Media” oferece uma central multimídia com rádio que se destaca pela sua tela de 6,3” sensível ao toque, colorida, de alta resolução e com conectividade avançada com os smartfones através do “App-Connect”.
 
Já o novo sistema de infotainment “Discover Media” se destaca pela facilidade de uso e interatividade com o painel de instrumentos, possibilitando uma condução mais segura e confortável. Esse sistema também contempla o “MapCare”, que permite a atualização periódica gratuita da base de mapas diretamente pelo cliente durante toda a vida do veículo.
 
 
 
Itens de série
- direção elétrica
‐ computador de bordo
- sensores de estacionamento dianteiros e traseiros
- Controle de tração (M-ABS)
-  Aerofólio traseiro na cor do veículo
- Ar-condicionado com filtro de poeira e pólen
- Faróis de neblina com aros cromados e lanterna de neblina
- Faróis duplos com máscara escurecida
- Mesas dobráveis nos encostos dos bancos dianteiros
- Rodas de liga leve aro 15” "Jazz" com pneus 195/55 R15
- Soleira das portas dianteiras com aplique na cor preta
- Vidros elétricos
- Sistema de som com rádio AM/FM, CD-player, bluetooth, MP3 player e entradas USB, SD-card e AUX-IN
- Volante multifuncional revestido de couro com apliques em preto brilhante, detalhes cromados e comando do sistema de som
 

 

 

Insira seu comentário

Seja o Primeiro a comentar esta noticia

Insira um comentário