Guarulhosweb
   

PL que reduz número de comissionados deve ser votado na quinta-feira

Redação Guarulhosweb    04/04/2017 16:21

 

O presidente da Câmara Municipal, Eduardo Soltur (PSD), convocou para quinta-feira sessões extraordinárias para votar alguns projetos de lei encaminhados pelo Executivo à Câmara Municipal, incluindo o que reestrutura a atual administração e um que reduz de 1.941 para 1.169 o número de cargos comissionados na Prefeitura, o que garantirá economia de 40% aos cofres públicos.

O projeto que define o novo número de servidores comissionados no Executivo chegou à Câmara nesta terça-feira, depois de ser tratado com bastante cuidado na atual administração do ponto de vista jurídico. O ex-prefeito petista Sebastião Almeida (agora PDT) se tornou réu em ação penal por criar e recriar cargos comissionados sem atender a legislação, repetindo nomenclatura, entre outros erros que foram listados pelo Ministério Público, autor da denúncia.

O atual prefeito Guti (PSB), em seu primeiro ato à frente do Executivo, em 1 de janeiro, exonerou os 1.941 comissionados deixados por Almeida para atender à decisão judicial. No entanto, devido à falta de caixa e a um levantamento que estaria sendo realizado para definir os servidores que trabalhavam separando-os daqueles que, porventura, seriam fantasmas, até o momento não houve a quitação dos encargos trabalhistas.

 

 

 

Insira seu comentário

Todos os comentários e opiniões expressas são de inteira responsabilidade dos autores.

Comentários:

  1. Anônimo 17/04/2017 11:06

    funcionária fantasma

    Depois de sair fugida de uma tal secretaria por estelionato com os próprios colegas e de passar 4 anos em casa recebendo seu rico salário, agora pasmem recebe um cargo , será que quem nomeou sabe do ocorrido??? ou nosso querido Prefeito assinou sem saber quem e a pessoa ? lamentável GUTI

  2. Sérgio 06/04/2017 10:19

    Despesa de 90 milhões por ano com os novos comissionados.

    Concordo com o Roger. É como diz a máxima: "Pau que bate em Chico bate em Francisco". Pra se ter uma idéia o projeto prever despesa de R$ 90 milhões de reais por ano com os novos comissionados. A Prefeitura não está quebrada?

  3. Roger 05/04/2017 21:33

    Se não tem dinheiro para pagar os 1.941 sanguessugas amigos do PT que "trabalharam" na gestão anterior e foram mandados embora vai ter dinheiro para pagar os 1.169 novos sanguessugas amigos da "Nova forma de governar" que serão contratados? Curioso.

Insira um comentário