Guarulhosweb
   

Consumidor busca alternativas e promoções na compra de ovos de Páscoa

Katia Russões - Do GuarulhosWeb    08/04/2017 09:24

 

O dia mais doce do ano será comemorado no dia 16 de abril. A páscoa chega cheia de novidades no mercado, mas é preciso preparar o bolso, pesquisar e buscar a melhor opção. Além das grandes lojas e redes de supermercados que oferecem os produtos mais cobiçados, há também os ovos de chocolate de fabricação caseira. Neste ano, os preços andam assustando os consumidores. Por isso, é necessário comparar os valores e sair em buscas de promoções, além de buscar possíveis alternativas. 
 
Lojas oferecem promoções a clientes
Este ano os consumidores se espantaram ao encontrar ovos de chocolate em prateleiras de grandes redes de lojas e supermercados ainda durante os festejos do carnaval. O mercado de produtos de chocolate antecipou suas vendas e deve atingir diversos públicos. 
 
Em algumas redes de supermercados, o consumidor que procura por uma determina marca pode levar três unidades de ovos de chocolate pelo valor de dois. Na mesma loja, o consumidor encontra ovos de 250g a partir de R$ 8.
 
Em outro supermercado, com produtos destinados a consumidores de classe A, a compra de ovos de chocolate de uma marca importada presenteava o cliente com uma cafeteira. A promoção foi um sucesso e já havia se esgotado na quarta-feira (5). 
 
Lojas de produtos de chocolate também realizam diversas promoções para atrair o público e investem em opções mais baratas que fogem dos ovos. É possível encontrar canecas de cerâmica com bombons ou até mesmo caixas decoradas que trazem produtos com sabores especiais e até baseados em personagens. 
 
Oportunidade de trabalho
A Chocolândia, na região central da cidade, um dos pontos mais procurados por confeiteiras que produzem ovos de páscoa caseiros em Guarulhos, fez um perfil dos consumidores que buscam matérias-primas. 
 
Segundo a empresa, seus clientes, em sua maioria mulheres, buscam por uma nova renda ou até mesmo o principal rendimento da casa através dos produtos.  Além do material o cliente procura também cursos que ensinam além da produção, dicas para vendas que gerem lucro. 
 
Apesar da crise econômica a empresa acredita no crescimento de venda para a data. Informa que a expectativa é ótima, pois a Páscoa acontece em uma data favorável aos consumidores que já diminuiram os custos do começo do ano, como impostos, materiais escolares e aquelas comprinhas parceladas do Natal. A empresa esperamos vender 20% acima do ano passado.
 
Mais de 25 anos de experiência
A dona de casa, Marinalva Maria Santos Silva, conhecida como Dona Nalva, confecciona ovos de chocolate há mais de 25 anos. Ela atribui seu sucesso de venda à qualidade de seus produtos e o fato de acompanhar as novidades do mercado. 
 
Segundo contou ao GuarulhosWeb, ela recebe a ajuda da nora para a produção dos ovos de chocolate e busca produtos frescos que tragam sabor natural para suas criações. 
 
Seus clientes são antigos e ajudam na divulgação de seu trabalho. “O cliente vem aos poucos, eles precisam conhecer o produto, ver a qualidade para começar a comprar”, contou.
 
Com o mercado produzindo cada vez mais novidades para atrair o consumidor, Dona Nalva se mantém atualizada e procura levar o toque caseiro para sua produção. É o caso dos ovos de colher e recheados, que são confeccionados com recheios caseiros. 
 
A dona de casa conta que, diferente dos ovos de colher vendidos em grandes lojas, seu produto tem a data de validade menor. “Este tipo de ovo dura cinco dias, principalmente os de mousse, porque não usamos nenhum conservante, são produtos naturais que dão um sabor especial”, explicou. 
 
A crise econômica não afetou as vendas de Dona Nalva. Segundo explicou, as vendas se mantiveram na mesma quantidade, já que novos clientes são incorporados. 
 
Porém, a concorrência tem preocupado, já que utilizando materiais mais baratos e de baixa qualidade, alguns confeiteiros conseguem diminuir o valor de venda e acabam chamando a atenção do cliente. 
 
Os ovos de chocolate são vendidos a partir de R$ 22 (tradicionais), os recheados saem a partir de R$ 36 (250g) e os de colher a partir de R$ 38 (250g). 
 
Consumidores
Mesmo com a crise econômica alguns guarulhenses pretendem ir às compras para agradar a família e amigos. Para outros o momento é de contenção, como  o caso de Marcela Carvalho, da Vila Augusta, que deve esperar a data passar para procurar produtos mais baratos. “Eu acredito que na semana seguinte à celebração eu encontre promoções. Então por enquanto não pretendo comprar nada”, explicou.
 
Já para Neiva dos Santos, de 42 anos, o problema é outro. “Tenho filhos e fica mais difícil não comprar pelo menos um ovo. Ainda não fui às compras mas sei que vou precisar de paciência para não extrapolar meu orçamento”, contou. 
 
Wilson Lopes deve presentear apenas a mãe. “Não vou comprar ovos de páscoa este ano. Está tudo muito caro, mesmo os caseiros que são mais em conta e parecem ser bem saborosos. Pretendo fazer uma cesta para ela com produtos de marca conhecidas”. Mesmo economizando, Willian acredita que deve gastar R$ 100. 
 

 

 

Insira seu comentário

Seja o Primeiro a comentar esta noticia

Insira um comentário