Guarulhosweb
   

Sessão dos horrores

Redação Guarulhosweb    11/04/2017 07:04

 

A sessão ordinária e as extraordinárias, iniciadas às 14h da última quinta-feira, só chegaram ao fim depois das 3h da madrugada do dia seguinte, numa maratona que passou de 13 horas de trabalho. Seria lindo se esse tempo tivesse sido produtivo, com os nobres parlamentares dedicando-se a temas positivos para a população. No entanto, o que se viu foi um grupo de vereadores do PT, que perderam em todas as votações, tentando apenas atrapalhar, com discursos evasivos, longe de qualquer fundamento, apenas na linha bater por bater.
 
Chegaram de Marte?
 
O festival de besteiras foi promovido pelos vereadores do PT, que se beneficiaram do poder nos últimos 16 anos, e que são sim responsáveis pela crise em que se encontra a cidade. Dissimulados, falavam como se tivessem chegado de Marte um dia antes e encontrado um município com os cofres cheios e um prefeito carrasco, que não pensa em outra coisa que não seja destruir tudo o que encontra pela frente. Alguns, frise-se, estiveram em cargos importantes da administração, ocupando secretarias (Cultura, Assistência Social) e até a presidência da Proguaru.
 
 
Contra a população
 
Depois do vexame na Câmara, os representantes do PT, nas figuras do vereador Edmilson Souza e do deputado estadual Alencar Santana, voltaram à cena no sábado, novamente de forma negativa. Os dois apoiaram e comemoraram a invasão da área no Uirapuru, destinado à construção do Parque Tecnológico, por um grupo de sem teto de outras cidades. Nas redes sociais, a dupla foi bastante atacada, já que a invasão não foi nem um pouco bem vista pela população, que paga impostos e trabalha muito para ter o direito à moradia.
 
 
100 dias
 
O prefeito Guti (PSB) rompe a marca dos primeiros 100 dias de governo acumulando resultados positivos. As áreas de Educação e a maior distribuição de água, com redução significativa do rodízio, além da grande economia aos cofres públicos, são as principais conquistas para a população. Em coletiva à imprensa, o chefe do Executivo deverá detalhar como encontrou o município, com dívidas que chegam a R$ 7,5 bilhões (quase duas vezes o orçamento de um ano), além da evolução e o que deverá ser realizado nos próximos meses.
 
 
Mão na massa
 
A reforma do ginásio da Ponte Grande, abandonado pela gestão passada, foi bastante comemorada por moradores da região. As obras, que culminaram na reabertura da quadra no último sábado, só foram possíveis pela dedicação do pessoal da agora Sub-Secretaria de Esportes, capitaneada pelo Professor Tom. Porém, a ajuda do vereador Acácio Portela (PP), que botou a mão na massa literalmente, obtendo materiais e cedendo pessoal que trabalhou intensivamente no espaço, chamou a atenção da comunidade e do meio político.
 

 

 

Insira seu comentário

Seja o Primeiro a comentar esta noticia

Insira um comentário


estadao brasil Leia Também

18/08 07:38
Guarulhos 2040
17/08 07:34
E tome mistério
16/08 07:27
Papéis trocados
10/08 07:30
Decisão acertada