Guarulhosweb
   

Relação entre Prefeitura e Fundação ABC segue complicada

Katia Russões - Do GuarulhosWeb    12/04/2017 15:10

 

A relação entre a Prefeitura de Guarulhos e a Fundação ABC - responsável pela administração das policlínicas Maria Dirce, Paraíso e UPA São João – não é sadia, segundo afirmou o prefeito Guti (PSB), durante coletiva sobre os 100 dias de seu mandato. O impasse é antigo e se estende desde a gestão do ex-prefeito petista Sebastião Almeida (agora PDT). Uma Comissão Especial de Inquérito (CEI) foi aberta na Câmara Municipal e investiga possíveis irregularidades no contrato.
 
Segundo o secretário de Saúde, Roberto Lago, o convênio com a Fundação ABC foi mal formulado pela antiga gestão, porém segue vigente e está em situação legal, o que obriga a atual administração a cumprir seus termos. “Na verdade somos vítimas e herdamos este contrato”, esclareceu.
 
O contrato que deveria ser baseado em planos de metas pactuadas e cumpridas estaria hoje como prestação de serviço obrigando a prefeitura a realizar pagamentos mesmo sem a utilização de todos os serviços. Ou seja, a Fundação recebe o valor do contrato, prestando ou não o serviço. 
 
O impasse tem prejudicado principalmente funcionários e pacientes que sofrem com paralisações. Em 2016 a prefeitura teria deixado de realizar alguns repasses que resultaram em protestos por parte dos funcionários que fecharam as portas deixando milhares de pacientes sem atendimento.
 
Em fevereiro desde ano, no início da gestão de Guti,o problema surgiu novamente. O prefeito esteve durante a madrugada, na UPA São João. Por lá funcionários interromperam o atendimento por falta de pagamento. Após a visita surpresa o serviço foi retomado e as negociações com a Fundação ABC foram intensificadas.
 
Segundo Guti, as negociações seguem difíceis e não seriam sadias. Porém a Fundação ABC tem contrato com a prefeitura até o próximo ano com o município. O novo governo pretende adequar os serviços aos padrões da atual gestão para melhorar efetivamente o atendimento à população.

 

 

Insira seu comentário

Seja o Primeiro a comentar esta noticia

Insira um comentário