Guarulhosweb
   

Parabéns Santos!

Erivan Rodrigues    15/04/2017 09:44

 

O ALVINEGRO da Vila Belmiro completou nesta semana mais um ano de existência. 105 anos! É o maior clube brasileiro da história, com o maior jogador de todos os tempos (Pelé), maior campeão do Brasileiro, bicampeão mundial, e que por onde passou levou alegria. Parou até uma guerra – em 1969, quando excursionava pela Nigéria. Parabéns Santos! Como seu hino diz: “Nascer, viver e no Santos morrer é um orgulho que nem todos podem ter”.

 

FAÇAM AS APOSTAS

AS SEMIFINAIS do Paulistão estão aí com muito equilíbrio e a certeza de emoção a seus torcedores. Palmeiras, Corinthians, São Paulo e Ponte Preta são os melhores times do Estado. Agora, façam suas apostas! Quem chegará à final só o tempo vai dizer. Porém, até pelas melhores campanhas, eu aposto na final Palmeiras x Corinthians. Seria eletrizante com os maiores vencedores da competição lutando por mais uma taça.

 

MUITA GENTE

INDEPENDENTE do título ou não, o São Paulo já conquistou neste início do ano uma vitória: a volta de seu torcedor. Com um estádio maior em relação a Corinthians e Palmeiras, os cartolas tricolores, sabiamente, colocaram o ingresso lá embaixo (R$ 20) e proporcionaram públicos de 40, 50 mil torcedores. O resultado disso é uma das melhores médias de público do País, ao lado de Palmeiras e Flamengo.

 

MUITO DINHEIRO

AS RENDAS, porém, ainda estão aquém. Como o ingresso é barato, a renda não é robusta mesmo com o estádio cheio. Só para efeito de comparação: o Palmeiras, com 30 mil pessoas no Allianz Parque, fatura aproximadamente R$ 2 milhões. O Tricolor, com 50 mil no Morumbi, arrecada “apenas” cerca de R$ 1milhão.

 

VÍCIO BOM 1

ACOMPANHO futebol desde os 9 anos, quando pintava as ruas de meu bairro com meus amigos durante a Copa de 1982, na Espanha. É a data mais remota em que me recordo de vibrar com esse esporte criado pelos ingleses e aperfeiçoado pelo mundo. Foi amor à primeira vista! E cada vez me encanto mais!

 

VÍCIO BOM 2

NESTA SEMANA, em especial, acompanhei a duas partidas que honram a fama do esporte: o clássico europeu entre Juventus x Barcelona, pela Liga dos Campeões, e o duelo entre Palmeiras e Peñarol, pela Libertadores de América. O primeiro, realizado em Turim, na arena do maior da Itália, mostrou que, no futebol, ninguém ganha de véspera. É claro que estamos falando de uma Juventus, a papa-títulos da Terra da Bota; não é qualquer equipe. Porém, temos de admitir que, time por time, o Barça é bem superior tecnicamente.

 

VÍCIO BOM 3

MAS, EM CAMPO, não foi isso que se viu. Pelo contrário. A “Velha Senhora” – virtual campeã italiana da temporada 2016-2017 - se impôs atuando em casa e contou com o argentino Dybala em um dia (mais um!) de inspiração para acabar com a zaga adversária. O resultado de 3 a 0 foi uma aula de futebol da equipe italiana. O placar nos ensina que poderio financeiro e elenco galáctico não são garantias de vitórias antes do embate dentro das quatro linhas.

 

VÍCIO BOM 4

NA PARTIDA de volta, o Barcelona precisa de quatro gols. Sinceramente duvido. Duvido porque se a Juve tem algo de excelência, essa é a sua zaga, começando pelo extraordinário goleiro Buffon. Mas o Alvinegro de Turim tem de jogar também, senão “a bola pune”.

 

VÍCIO BOM 5

DEPOIS DE show de Dybala, o sofrimento alviverde. No Allianz Parque lotado, o Palmeiras sofreu, sofreu, mas venceu o Peñarol por 3 a 2, com o gol da vitória aos 54 minutos da etapa final. Quem não viu ao jogo poderia estranhar os nove minutos de acréscimo, mas o tempo recuperado foi “culpa” exclusiva da catimba uruguaia neste verdadeiro teste para cardíaco.

 

VÍCIO BOM 6

SÃO DOIS exemplos singelos do que o futebol é capaz. Faz de inferiores superiores; proporciona emoções incontidas com um gol em um momento improvável; transforma o choro em riso em segundos. Por isso tudo e muito mais que somos viciados em uma bola rolando. E as emoções continuam, porque o show não pode e nem vai acabar!

 

 

FRASE DA SEMANA

“Minha mãe, Masche! Vai à m...”

 Luis Enrique, técnico do Barcelona, em um momento de pura raiva contra o volante Mascherano, durante a partida em que o time catalão perdeu para a Juventus por 3 a 0, pela Liga dos Campeões da Europa.

 

 

 

Insira seu comentário

Seja o Primeiro a comentar esta noticia

Insira um comentário


estadao brasil Leia Também

29/04 09:26
Tudo pronto
24/04 08:48
Final eletrizante
08/04 17:33
Arena centenário
01/04 11:10
Decisão
25/03 09:58
Um gênio
18/03 09:32
Lusa agoniza