Guarulhosweb
   

Defesa Civil gasta mais de 50% do orçamento com folha de pagamento

Redação Guarulhosweb    30/05/2017 19:34

 

A Coordenadoria da Defesa Civil de Guarulhos terá um orçamento anual de aproximadamente R$ 7,8 milhões. Cerca de 50% do orçamento está comprometido com o pagamento de 68 servidores. O valor que sobra deve ser utilizado para o atendimento de 54.655 pessoas que vivem em áreas de risco. A declaração foi feita pelo coordenador Waldir Pires, durante audiência da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) realizada na Câmara Municipal, na segunda-feira (29).
 
Segundo levantamento realizado em 2014, pela Companhia de Pesquisas de Recursos Minerais, do Serviço Geológico do Brasil, Guarulhos tem 46 áreas divididas em 90 setores com risco de deslizamento de terra, inundação, desmoronamento e incêndio. A Defesa Civil atua em situações de emergência, desastre e calamidade pública para proteger a vida da população. Os agentes tem poder de polícia para evacuar a área e realizar a interdição imediata para evitar a morte das famílias.
 
O grande problema na outra ponta do processo, segundo Pires, é o déficit habitacional. As áreas são reocupadas porque as pessoas não têm acesso a moradias populares e o auxílio aluguel de R$300 é insuficiente. Nos primeiros meses de 2017 a Defesa Civil ampliou de 6 para 13 o número de pluviômetros – aparelhos de meteorologia usados para medir o volume das chuvas.
 
O próximo avanço será a compra de drones – equipamentos de controle remoto para filmar e monitorar áreas de catástrofes naturais inacessíveis, por exemplo, encostas de morro com risco de deslizamento de terra. O objetivo é preservar a segurança dos agentes da Defesa Civil e ampliar a capacidade de monitoramento. A população pode colaborar com o trabalho preventivo, basta ligar 199 ou 2461-9255, 2461-9270, 242461-9286.
 

 

 

Insira seu comentário

Seja o Primeiro a comentar esta noticia

Insira um comentário