Guarulhosweb
   

Do próprio bolso

Ernesto Zanon    02/06/2017 06:36

 

O prefeito Guti (PSB) decidiu apenas na manhã desta quinta-feira viajar para a China, em uma missão diplomática que tem como objetivo atrair empresas daquele país, interessadas em investir no Brasil, a virem para Guarulhos. Porém, a missão – apesar de ser a trabalho – será totalmente bancada com recursos próprios do chefe do Executivo,  que pagará tanto as passagens aéreas como a hospedagem. Ele embarca na tarde desta sexta-feira, em categoria econômica, para uma viagem que dura um dia e meio, contando as conexões necessárias.  "Com a atual situação econômica da Prefeitura, não haveria como a adminsitração bancar essa viagem, por mais importante que ela seja para o desenvolvimento do município", afirmou. 
 
A vez do co-prefeito
Pela primeira vez o vice-prefeito Alexandre Zeitune (Rede) assumirá o comando do Bom Clima, já que, nestes cinco meses iniciais de governo, Guti não tinha se afastado da cadeira um minuto sequer. Aliás, de tão ligado que está com os problemas da cidade, antenado em tudo que acontece na administração, pessoas próximas acreditam que o prefeito manterá uma linha direta com o co-prefeito. 
 
Guarulhos em mandarim 
Quando retornar a Guarulhos, na segunda-feira, 12 de junho, dia dos namorados, Guti espera trazer na bagagem boas notícias vindas do Oriente. Para apresentar a cidade lá fora, o prefeito recebeu de sua equipe de Comunicação um folder com a apresentação completa da segunda maior cidade do Estado mais rico do país, devidamente traduzido para o mandarim, língua oficial da China, e para o inglês. Coisa de primeiro mundo. 
 
 
Almoço estendido
Depois de algumas sessões conturbadas, devido à presença de ex-comissionados, que cobram valores da rescisão que a Justiça aponta que não têm direito, havia nesta quinta-feira, a expectativa de novos protestos, desta vez mais ácidos. Coincidentemente, depois de uma manhã bastante agitada na Câmara Municipal, durante as audiências da LDO, às 14h, horário do início dos trabalhos parlamentares, não havia número suficiente de vereadores em plenário. O almoço de muitos, pelo que consta, se estendeu bem além do horário previsto. A sobremesa devia esta saborosa. 
 
Ai, ai, ai, ai, tá chegando...
A Polícia Federal, em mais uma etapa da Operação Lava Jato, baixou nesta quinta-feira em São Paulo para investigar doações ilegais para a campanha do ex-prefeito paulistano, Fernando Haddad, do PT, em 2012. A ação se baseou nas delações feitas por executivos da construtora UTC. Enquanto isso, quem fez caixa 2 na vizinha Guarulhos e venceu as eleições pelo mesmo partido no mesmo ano, e ainda foi citado nas delações da Odebrecht, deve dormir com a sensação de que os homens de preto podem chegar ao amanhecer. 
 
 

 

 

Insira seu comentário

Seja o Primeiro a comentar esta noticia

Insira um comentário


estadao brasil Leia Também

15/09 07:16
Guerra santa
12/09 07:37
Roubaram nosso verde
01/09 07:46
Gosta de apanhar?