Guarulhosweb
   

Cuidados básicos que podem manter a beleza da pele mesmo no inverno

Edna Pinson    12/06/2017 13:55

 

A função de manter a temperatura do corpo e no frio ela trabalha mais e se desgasta para executar essa tarefa, por isso, o desequilíbrio provocando o aspecto de cansada
 
O inverno começa em 21 de junho e é a estação mais fria e húmida do ano, por isso, os cuidados com a pele devem redobrar.
 
Como consequência das baixas temperaturas, tomamos atitudes que por via de regra colocam risco a hidratação da nossa pele.
 
Os banhos mais quentes e demorados são apenas um exemplo de como prejudicamos nossa pele. A água muito quente remove a oleosidade natural da pele, deixando-a ressecada, sem proteção e vulnerável, por isso, a recomendação dos dermatologistas é manter banhos rápidos e com água morna (eu sei que é difícil, mas é o que devemos fazer).
 
Também devemos tomar cuidado com os produtos que usamos para hidratação. Considerando que a pele possui pH ácido, devemos procurar o produto mais adequado, sempre atentas ao nosso tipo de pele, dando a ela o que lhe falta a fim de manter o seu equilíbrio.
 
Vamos entender isso?
 
O pH (potencial Hidrogeniônico) mede a acidez de um produto ou da pele numa escala numérica de zero a 14. 
 
Quando levemente ácido, o pH médio da pele varia de 4,6 a 5,8.  Ele é determinado pela gordura e suor liberados pelas glândulas sebáceas e sudoríparas, mas sofre alterações conforme a região do corpo produtos químicos utilizados.
 
Pele seca tem pH ácido 
 
São peles sensíveis, finas e opacas, com poros visíveis, rugas finas e se descamam facilmente. Nesses casos, o índice de pH normalmente é inferior a sete.
 
Pele normal tem pH neutro 
 
A pele normal tem aspecto liso, macio e com poros pouco visíveis, esse tipo de pele tem pH igual a sete. 
 
Pele oleosa tem pH básico 
 
Áspera, brilho intenso, poros dilatados, poucas rugas, mas com cravos e espinhas. Essa pele tem pH superior a sete. 
 
A idade é também tem grande interferência no pH. Com o amadurecimento, o potencial pode tornar-se cada vez mais neutro, deixando a pele vulnerável ao crescimento de bactérias e surgimento de rugas, flacidez e de manchas.
 
Por que devo hidratar a pele?
 
A função da pele é manter a temperatura ideal do corpo (36,5 graus centígrados). Com o frio, o desgaste da pele são maiores, o que afeta a sua aparência, resultando em ressecamento e falta de viscosidade.
 
O manto hidrolipídico – uma espécie de barreira protetora responsável pela formação dos lipídios que ajudam a compor a pele – fica danificado e, para repor a gordura, água e sais mineiras presentes, a dica é usar fórmulas com óleos, manteigas e extratos vegetais.
 
Adolescente, que normalmente têm maior predisposição a acnes, cravos e espinhas, é recomendável o uso de loções hidratantes, que são mais leves e livres de gorduras. Entretanto, cada pele tem sua característica peculiar e a consulta a um dermatologista para indicar o produto mais adequado é fundamental.
 
É recomendável que o hidratante seja passado no corpo em até cinco minutos após o banho. A humidade da pele será um condutor dos nutrientes, garantindo maior ganho em hidratação e saúde da pele.
 
Área íntima
 
O nosso corpo é muito inteligente e sempre trabalha para sua proteção e bem estar, por isso, a área externa da região íntima feminina tem uma camada protetora naturalmente um pouco mais ácida (em torno de pH 5,0). Isso previne e impede a proliferação de microrganismos e bactérias. O Guia sobre Higiene Íntima, da Febrasco (Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia), recomenda que as mulheres considerem a utilização de produtos que respeitem o pH ácido da região íntima. Por isso, é importante, pesquisar e ler rótulos antes de usar.
 
Os sabonetes íntimos líquidos costumam atender a essa necessidade, mas é importante certificar-se disso, obtendo informações sobre a composição. Alguns deles prometem, inclusive, a hidratação da região íntima, prejudicada pelo uso excessivo de roupas apertadas, clima seco e até pela depilação.
 
Os hábitos saudáveis pele nutrida:
 
1. Beber pelo menos 2 litros de água.
2. Evitar banhos muito quentes e muito demorados. A água quente retira a oleosidade natural da pele.
3. Passar hidratante até cinco minutos após o banho.
4. Evitar se ensaboar demais e usar buchas, que também contribuem para alterar a composição do manto hidrolipídico que protege a pele.
5. Usar filtro solar diariamente. Mesmo no inverno.
6. No caso da região íntima, dar preferência aos sabonetes íntimos líquidos, formulados especialmente para cuidar da região íntima da mulher, pois eles ajudam a manter o pH mais próximo do ideal e a preservar as defesas naturais.
7. Manter a região íntima hidratada.
 
Mais sobre o universo feminino em mulherreal.com
 
 
Edna Pinson é jornalista com pós-graduação em Política e Relações Internacionais e especialização em Realidade Brasileira e Coolhunting Reconhecimento de Padrões e Estratégias
 

 

 

 

Insira seu comentário

Seja o Primeiro a comentar esta noticia

Insira um comentário