Guarulhosweb
   

Na mira da Europa, Santos terá que lidar com ausência de Thiago Maia já na quarta

Leandro Silveira    19/06/2017 12:23

 


O técnico Levir Culpi precisará lidar com o desfalque de um dos principais jogadores do seu elenco no próximo compromisso no Campeonato Brasileiro. O volante Thiago Maia recebeu o terceiro cartão amarelo no empate sem gols com a Ponte Preta no último sábado, pela oitava rodada do Campeonato Brasileiro, e vai ter que cumprir suspensão automática no duelo da próxima quarta-feira com o Vitória. E essa ausência poderá não se resumir a esse compromisso, afinal, ele é apontado como provável alvo de uma negociação com algum clube europeu nas próximas semanas.

Leandro Donizete é o favorito para assumir a vaga de Thiago Maia no meio-de-campo santista na partida marcada para o Barradão. O jogador é um velho conhecido de Levir, tendo sido comandado pelo treinador na sua última passagem pelo Atlético Mineiro, clube que o volante deixou no fim do ano passado, para reforçar o Santos.

No time da Vila Belmiro, Leandro Donizete chegou para ser o reserva imediato da dupla de volantes formada por Thiago Maia e Renato, considerada titular absoluta. E o volante já disputou 14 partidas pelo clube desde a sua chegada, sendo nove delas como titular. A última delas foi o clássico contra o Palmeiras, quando entrou no final do segundo tempo no lugar do atacante Kayke para ajudar o time a segurar a vantagem de 1 a 0.

E a ausência de Thiago Maia se dá exatamente quando o Santos convive com a possibilidade de perder o jogador, que, assim como Zeca, é um dos nomes mais atrativos para times estrangeiros. O volante, de 20 anos, desperta o interesse de clubes do futebol europeu, como a Inter de Milão, e pode ser negociado na janela de transferências.

Levir tem outras opções, ainda que menos cotadas, para ocupar a vaga de Thiago Maia. É o caso do volante Alison, que disputou o Campeonato Paulista pelo Red Bull Brasil e, de volta ao clube, passou a treinar com o grupo principal e até entrou em campo durante recente compromisso com o Atlético Paranaense. Outra possibilidade é Yuri, embora ele precise se recuperar de dores no quadril, problema que o deixou de fora do duelo com a Ponte Preta.

Além disso, o treinador santista poderia optar por uma formação mais ofensiva, com as entradas dos meias Léo Cittadini ou Rafael Longuine. E essa definição deverá começar a ocorrer nesta segunda-feira, quando o elenco se reapresenta no CT Rei Pelé, com treino marcado para as 15 horas.

"O futebol é assim, feito de oportunidades, e eu penso dessa maneira. Então se temos um jogador negociado, ou machucado, isso abre oportunidade para outro", afirmou, após o duelo com a Ponte, Levir Culpi.

 

 

Insira seu comentário

Seja o Primeiro a comentar esta noticia

Insira um comentário