Guarulhosweb
   

Meio ano

Ernesto Zanon    29/06/2017 07:20

 

Guti completa exatos seis meses à frente da Prefeitura nesta sexta-feira, dia 30. Para um prefeito em primeiro mandato, que herdou – além de mais de R$ 7 bilhões em dívidas da administração passada – uma cidade completamente destruída, os resultados que apresenta são mais do que razoáveis. Por mais que alguns poucos grupos não queiram enxergar, Guarulhos consegue se encaminhar para uma nova realidade, baseado na premissa de que é possível gastar menos, diminuindo os desperdícios, a fim de potencializar os resultados. 
 
Mais com menos
E foi em um encontro com empresários na regional do Ciesp que Guti apresentou um breve balanço destes seis meses de gestão, na última terça-feira. O ambiente era bastante propício, já que ninguém melhor que empreendedores para entender a política de “fazer mais com menos”. O prefeito discorreu sobre os principais avanços da atual administração municipal e várias questões de interesse das indústrias locais.  
 
Via Rápida
Um dos destaques elencados por Guti foi o Via Rápida, que começou a funcionar em abril, com pleno êxito. Ele lembrou que o Orçamento Participativo já tem Conselho formado, com reunião prevista para a próxima semana, destacou que o conjunto de comissionados foi consideravelmente reduzido, ponto que mostra como sua gestão se diferencia das últimas, quando o PT transformou a administração municipal um verdadeiro cabide para atender a interesses partidários. 
 
Avanços na saúde
Na saúde, Guti citou que foram criados 17 núcleos de apoio à saúde da família, gerando repasse de R$ 240 mil por mês por unidade. Por meio da regularização da prestação de contas junto ao Ministério da Saúde, foi garantida a manutenção do repasse federal, dando início à reestruturação do sistema de saúde municipal. Foram criadas mais quatro unidades da Equipe Multidisciplinar de Atendimento Domiciliar (EMAD). O Centro de Atendimento Multiprofissional à Pessoa Deficiente (Campd) foi inaugurado, assim como a UBS Parque Primavera, além da requalificação da  UBS Haroldo Veloso. 
 
Cereja do bolo
A cereja do bolo ficou para esta quinta-feira, 29, quando a Prefeitura vai inaugurar a UPA Paulista, um empreendimento que já estava pronto há pelo menos três anos, mas que não foi entregue pelo ex-prefeito Sebastião Almeida (agora no PDT), devido a má gestão na área da saúde, capitaneada por seu vice, Carlos Derman. Guti lembrou que ainda neste ano a UPA Cumbica, que também está concluída há anos, será aberta, melhorando sensivelmente o atendimento médico à população. 
 
Concessões
Sobre o "Saúde Agora", o prefeito explicou tratar-se de uma série de ações para melhorar a saúde. Para tanto, o Instituto Gerir assumiu a gestão do Hospital Municipal de Urgências (HMU), do Hospital Municipal da Criança e do Adolescente (HMCA) e da Policlínica Paraventi. Com essa parceria, garantimos que nesses três locais foram minimizadas drasticamente as filas de espera e a falta de remédios e materiais.
 

 

 

Insira seu comentário

Todos os comentários e opiniões expressas são de inteira responsabilidade dos autores.

Comentários:

  1. Leo 29/06/2017 08:58

    Imparcialidade, tudo bom?

    Impressionante a imparcialidade desta coluna....ahahahahahahah

Insira um comentário


estadao brasil Leia Também

15/09 07:16
Guerra santa
12/09 07:37
Roubaram nosso verde
01/09 07:46
Gosta de apanhar?