Guarulhosweb
   

De procedência incerta, pizza de 10 atrai consumidor nas ruas de Guarulhos

Katia Russoes    10/07/2017 12:31

 

 
 
Um dos alimentos mais pedidos nos serviços de delivery se reinventa para se manter no mercado. Nesta segunda-feira (10) é comemorado o Dia da Pizza. Em Guarulhos, segundo a Secretaria de Desenvolvimento Urbano (SDU), existem 686 pizzarias registradas no Cadastro Fiscal Mobiliário do Município.
 
Desde o início do ano o guarulhense passou a ser surpreendido durante as noites por um gritos: “Olha a pizza de 10”. Este é o novo meio encontrado por algumas  pizzarias e informais para driblar a crise financeira.
 
Em diversos bairros os munícipes contam com o serviço. Um motoboy com pizzas prontas de diversos sabores percorre as ruas e chamam a atenção dos moradores para que compre seus produtos a R$10. Porem, não há como se avaliar a qualidade dos produtos oferecidos, já que a maioria são vendedores informais, sem pontos fixos, o que coloca em dúvida a procedência das redondas.
 
Na Vila Flórida, por exemplo, um casal em uma moto oferece a pizza de 10 e a opção de combo de lanches. Em diversos locais os motoboys oferecem cartões ou números de Whatsapp onde o cliente pode solicitar seu pedido e receber em casa.
 
O GuarulhosWeb questionou a prefeitura sobre o serviço. Segundo  informou, há a ciência do comércio na cidade, porém não há legislação municipal para tratar do caso. Além disso a prefeitura disse que “existe dificuldade na identificação dos vendedores, uma vez que os mesmos atuam sem pontos fixos”.
 
Apesar da opção mais em conta, ha quem não dispense as tradicionais pizzarias da cidade que se mantém no mercado com produtos de qualidade e versões originais que,apesar dos valores mais elevados, mantém seus clientes.
 
Em um site de pesquisa utilizado por turistas para localizar as melhores opções de gastronomia das cidades, em Guarulhos estão relacionadas as pizzarias Rodriluccio, Super Pizza Pan, Cantina Giovani, Forneria Capannone, Pizzaria do Lago, Choupana e outras. 
 

 

 

Insira seu comentário

Seja o Primeiro a comentar esta noticia

Insira um comentário