Guarulhosweb
   

Votação de lei sobre saúde nos EUA deve ser adiada após cirurgia de John McCain

Dow Jones Newswires    16/07/2017 11:09

 


O líder da maioria no Senado, Mitch McConnell, disse neste sábado que vai adiar uma votação sobre uma lei republicana sobre saúde, que havia sido programada para a próxima semana, para que o senador John McCain possa participar. Ele está se recuperando de uma cirurgia inesperada.

McCain, um republicano do Arizona, foi submetido a uma cirurgia na sexta-feira, para remover um coágulo de sangue sobre o olho esquerdo, disseram seus médicos no sábado. O gabinete de McCain disse que o senador, com o conselho de seus médicos, passaria a próxima semana se recuperando no Arizona.

"Enquanto John está se recuperando, o Senado continuará o trabalho com itens legislativos e nomeações e adiará a apreciação do Better Care Act", disse McConnell.

Com 52 republicanos no Senado, McConnell não poderia perder mais do que dois votos do Partido Republicano. A senadora Susan Collins, de Maine, e Rand Paul, de Kentucky, disseram que iriam se opor à aprovação da lei. Não é esperado apoio dos democratas.

Na Câmara, os líderes do Partido Republicano colocaram a lei de saúde em pauta no final de março, após uma série de contratempos. O projeto finalmente passou em maio.

Ainda não está claro qual será o resultado do atraso resultante da cirurgia de McCain, mas os líderes republicanos estão cientes de que os atrasos proporcionam mais tempo de oportunidade para os adversários do projeto de lei se mobilizem.

Os líderes dos republicanos no Senado têm lutado para apoiar o projeto, que pode desmantelar grande parte da lei de saúde de 2010.

 

 

Insira seu comentário

Seja o Primeiro a comentar esta noticia

Insira um comentário