Guarulhosweb
   

Só ouvidos

Ernesto Zanon    27/07/2017 07:29

 

Longe de repetir os erros cometidos pelo seu antecessor no cargo, o ex-prefeito petista Sebastião Almeida (agora PDT), que sofreu uma estrondosa derrota quando quis impor um novo Regime Jurídico Único (RJU), Guti iniciou nesta quarta-feira uma série de conversas com os mais diversos segmentos dos servidores públicos municipais. O objetivo neste primeiro momento é ouvir as demandas dos trabalhadores, os maiores interessados no tema. No encontro, também participaram o secretário de Gestão, Nilson Gonçalves; o presidente do IPREF, Eduardo Kamei; representantes dos sindicatos dos Trabalhadores da Administração Pública Municipal de Guarulhos (STAP) e de Agentes Comunitários da Saúde e vereadores da cidade.
 
Regime Próprio
Guti foi um dos vereadores que mais se engajou na luta dos servidores municipais contra o RJU proposto por Almeida, menos de dois anos atrás. Agora, do outro lado do balcão, parte para o diálogo sem querer impor nada. O nome também é diferente. A discussão gira em torno do Regime Próprio (RP), que passará – depois de amplamente discutido e aprovado pela categoria – a nortear as relações trabalhistas e previdenciárias entre servidores e administração municipal. 
 
Agora é oficial
Em uma postagem do Facebook, o militante Roney Glauber que, durante vários anos, comandou a Juventude do PSDB em Guarulhos, com forte presença no diretório estadual dos tucanos, anunciou sua desfiliação do partido e, como consequência natural, do posto que ocupava. Agradeceu as oportunidades que teve ao lado do ex-presidente da sigla e ex-deputado federal, o empresário Carlos Roberto, que deixou a vida política depois das eleições municipais do ano passado. O destino de Roney deve ser o DEM de Eli Corrêa Filho 
 
35 toneladas
Adalmir Abreu, subsecretário de Cultura, e Claudia Papoto, adjunta de Assistência Social, foram escalados pelo prefeito Guti para receber 35 toneladas de alimentos arrecadados pelo Falcões Moto Clube, durante festa promovida pela entidade no final de semana passado. O clube de motociclistas ainda tem a imagem muito associada à suspeita concessão do Fioravante Iervolino, quando a Cultura era administrada pelo vereador petista Edmilson Souza. 
 
A serviço
O ginásio municipal, diferente do que desinformados que querem mudar a história recente da cidade divulgam, foi entregue à atual administração completamente destruído, apesar de ter recebido verbas milionárias do governo federal para sua reforma. Menos de um ano atrás, o Falcões – que era comandado por diretores ligados a campanhas eleitorais do PT – teve a direção renovada, já que boa parte dos motociclistas associados passaram a contestar as ações da entidade. A destruição do Fioravante foi um dos pontos cruciais na divisão do grupo, em um caso que nunca foi devidamente explicado. 
 
 
 

 

 

Insira seu comentário

Seja o Primeiro a comentar esta noticia

Insira um comentário


estadao brasil Leia Também

22/11 07:38
Decisão acertada
14/11 07:28
Na Catalunha
13/11 08:14
Rede de instabilidade