Guarulhosweb
   

Câmara deve gastar R$ 7 milhões para recuperar prédio abandonado

Redação Guarulhosweb    28/08/2017 09:21

 

Mais de quatro anos após a aquisição do prédio da empresa Tapete Lourdes, na Vila Sorocabana, por cerca de R$ 14,8 milhões, a Câmara Municipal de Guarulhos finalmente se prepara para reformar o imóvel que deverá ser a nova sede do Legilativo Municipal.
 
Nesta quarta-feira, serão abertas as propostas de 11 empresas interessadas na execução do projeto. A licitação para as obras deve ocorrer em setembro, prevendo gastos de aproximadamente R$ 7 milhões. 
 
Atualmente, a Câmara Municipal gasta em aluguéis cerca de R$ 3 milhões por ano. Desde que adquiriu o imóvel abandonado, o Legislativo gastou em locação mais de R$ 12 milhões, já que até agora não se movimentou para promover as reformas necessárias para ocupar o espaço. Há informações não confirmadas de que a Prefeitura poderá utilizar parte do espaço, que seria utilizado para alocar uma secretaria municipal ou mesmo um serviço médico de atendimento à população, como uma central de exames. 
 
A aquisição do prédio do Tapetes Lourdes passou por diversos questionamentos, já que o imóvel pertencia à uma empresa que decretou falência e, contra a qual, tramitavam diversos processos civis e trabalhistas. Há ainda alguns processos na Justiça questionando a legalidade do negócio, que poderia ter envolvido agentes públicos ligados ao Legislativo. 
 

 

 

Insira seu comentário

Todos os comentários e opiniões expressas são de inteira responsabilidade dos autores.

Comentários:

  1. JOSE LIMA 30/08/2017 13:26

    SUGESTAO

    para a imprensa informadora e investigadora. O valor pago na aquisição do imvoel, estava em preço de mercado ou nao..o valor a ser pago para reforma ou sabe se la o que sera feito, esta de acordo com preços normais.? Em tempo d LAVA JATO...LAVA CARRO..LAVA CAMARA...Tudo tem que ser bem claro.

Insira um comentário