Guarulhosweb
   

Guti comanda seu primeiro desfile de 7 de Setembro como prefeito de Guarulhos

Redação Guarulhosweb    07/09/2017 13:27

 

Com a participação de milhares de pessoas, o desfile da Semana da Pátria, nesta quinta-feira, 7 de setembro, na avenida Paulo Faccini, transcorreu em um clima de festa cívica e muita tranquilidade. O prefeito Guti e o vice Alexandre Zeitune, diferente do que estava previsto, não fizeram um voo sobre o evento, a bordo de um avião da Base Aérea, e acompanharam todo o evento do palanque oficial. 
 
Diversas autoridades, como secretários, vereadores e lideranças políticas e empresariais, acompanharam desde às 8h até por volta das 11h30 a passagem de escolas municipais, clubes de serviço, secretarias municipais e Proguaru, com exibições de fanfarras, acrobacias, capoeira, entre outros. 
 
Guti recebeu centenas de moradores que, acompanhados de seus filhos, puderam subir ao palanque para tirar fotos com o prefeito, numa demonstração de proximidade com a população. Assim que os desfiles oficiais se encerram com a passagem de colaboradores e funcionários da Proguaru, Guti deixou o palanque. 
 
Com a autorização da administração municipal, um pequeno grupo que participou da Marcha dos Excluídos, comandada por vereadores petistas, pode também desfilar pela Paulo Faccini. A Guarda Civil Municipal reforçou a segurança ao longo de toda a avenida, inclusive com a presença de agentes munidos de câmeras, para inibir qualquer tentativa de protesto contra a ordem pública. 
 

 

 

Insira seu comentário

Todos os comentários e opiniões expressas são de inteira responsabilidade dos autores.

Comentários:

  1. Katia 08/09/2017 09:09

    23º grito dos excluidos

    Penso que a emprensa deve ocupar um papel ético com a informação, é percebível a intencionalidade de exaltar o governo e expor os movimentos, espero que o jornalismo ocupe espaço de informação e não contrário,pois dizer que o Grito foi comandado por partidos é descompromisso a sociedade organizada

    1. 11/09/2017 15:38

      Cara leitora, quem estava a frente do movimento e negociou a entrada do Grito na avenida foi o vereador do PT, Edmilson Souza

  2. katia 08/09/2017 08:38

    23º grito dos excluidos

    Bom dia, é preciso retificar a matéria acima, pois o Grito é uma ação independente de partidos, assim, não foi comandado pelo PT ou qualquer outro, é uma organização das pastorais sociais e movimentos que gritam por direitos. Mas sempre surge oportunistas pra se promover nas ações que não lhe cabem

Insira um comentário