Guarulhosweb
   

Eli Correa Filho e Jorge Tadeu votam a favor da criação de fundo bilionário para partidos

Redação Guarulhosweb    05/10/2017 14:59

 

Os dois deputados federais que têm relações diretas com Guarulhos, Eli Correa Filho e Jorge Tadeu Mudalen, ambos do DEM, votaram a favor do projeto que cria um fundo público bilionário para financiar as campanhas do ano que vem. A aprovação se deu na noite desta quarta-feira na Câmara Federal. 
 
O texto segue agora para a sanção presidencial. Para que os partidos possam ter acesso ao dinheiro no processo eleitoral em 2018, as novas regras têm de ser sancionadas pelo presidente Michel Temer até 7 de outubro.
 
Apesar de os parlamentares afirmarem que o fundo será de R$ 1,7 bilhão, o texto não estabelece um teto para o valor, e sim um piso, ao dizer que o fundo será "ao menos equivalente" às duas fontes estabelecidas pelo projeto.
 
A proposta estabelece que pelo menos 30% do valor das emendas de bancadas seja direcionado para as campanhas eleitorais. A segunda fonte de recursos virá da transferência dos valores de compensação fiscal cedidos às emissoras de rádio e televisão que transmitem propagandas eleitorais, que serão extintas. O horário eleitoral durante o período de campanha, no entanto, foi mantido.
 
O fundo público para abastecer as campanhas é uma medida alternativa ao financiamento empresarial de campanha, proibido pelo Supremo Tribunal Federal (STF) em 2015.
 
No começo da discussão, o Congresso chegou a cogitar um fundo que chegaria a R$ 3,6 bilhões. A articulação foi encabeçada pelo líder do governo no Senador, Romero Jucá (PMDB-RR), com apoio de partidos da oposição, como o PT, PDT e PCdoB. 
 

 

 

Insira seu comentário

Todos os comentários e opiniões expressas são de inteira responsabilidade dos autores.

Comentários:

  1. Mauro 05/10/2017 16:35

    Nenhum deles mora na cidade então porque insistem tanto em tratar os dois como "políticos de Guarulhos"? Esse papo furado de "relações diretas" não quer dizer nada. Afinal se considerar um casamento e uns puxa sacos como "relação direta" então 80% dos políticos do BR tem relação devido ao aeroporto.

Insira um comentário