Guarulhosweb
   

Mostra Internacional de Cinema de SP tem 14 filmes indicados às vagas no Oscar

Guilherme Sobota    10/10/2017 11:41

 


A 41ª Mostra Internacional de Cinema vai trazer a São Paulo 14 obras indicadas por seus países para concorrerem a uma vaga do Oscar 2018. A organização divulgou uma lista com os filmes, e também com as produções que foram exibidas em grandes festivais ao redor do mundo e que também estão na programação da Mostra.

Este ano o maior evento de cinema de São Paulo ocorre entre 19/10 e 1/11. São 390 filmes em exibição, no total.

Indicados à vaga no Oscar na Mostra de SP:

Argentina - Zama, Lucrecia Martel

Áustria - Happy End, Michael Haneke

Coreia do Sul - O Motorista de Táxi, Jang Hoon

Geórgia - Scary Mother, Ana Urushadze

Irã - Respiro, Narges Abyar

Irlanda - Canção de Granito, Pat Collins

Islândia - A Sombra da Árvore, Hafsteinn Gunnar Sigurðsson

Nova Zelândia - Mil Cordas, Tusi Tamasese

República Tcheca - Mãe No Gelo, Bohdan Sláma

Rússia - Loveless, Andrey Zvyagintsev

Senegal - Félicité, Alain Gomis

Suécia - The Square, Ruben Östlund

Suíça - Mulheres Divinas, Petra Volpe

Venezuela - El Inca, Ignacio Castillo Cottin.


Festival de Cannes

The Square, de Ruben Östlund, que recebeu a Palma de Ouro

Loveless, de Andrey Zvyagintsev, vencedor do Prêmio do Júri

Esplendor, de Naomi Kawase, agraciado pelo júri ecumênico

Happy End, de Michael Haneke

O Dia Depois, de Hong Sang-Soo

Lover For a Day, de Philippe Garrel

A Trama, de Laurent Cantet.

Festival de Veneza

Custódia, de Xavier Legrand, Leão de Prata de Melhor Direção

Emma, de Silvio Soldini, exibido hors concours

Nico, 1988, de Susanna Nicchiarelli; Sem Data, Sem Assinatura, de Vahid Jalilvand; e Os Versos Esquecidos, de Alireza Khatami (premiados na seção Horizontes)

Festival de Berlim

Félicité, de Alain Gomis, ganhador do Grande Prêmio do Júri

O Outro Lado da Esperança, de Aki Kaurismaki, vencedor do Urso de Prata de Melhor Direção

Noites Brilhantes, de Thomas Arslan, que teve o ator premiado

1945, de Ferenc Török, agraciado pelo público na seção Panorama

Ana, Meu Amor, de Calin Peter Netzer, cuja montagem foi premiada

Django, de Étienne Comar.

Festival de Toronto

Três Anúncios para um Crime, de Martin McDonagh (Melhor Filme)

Doce País, de Warwick Thornton, (melhor filme da Toronto Plataform)

Faces Places, de Agnès Varda e JR, (melhor documentário pelo público)

Festival de Locarno

9 Dedos, de F.J. Ossang, (Melhor Direção)

Cocote, de Nelson Carlo de los Santos Arias

Irmãos Do Inverno, de Hlynur Pálmason

Scary Mother, de Ana Urushadze

Aqueles Que Estão Bem, Cyril Schäublin

Lucky, de John Carroll Lynch, um dos últimos trabalhos do ator Harry Dean Stanton.

Festival de Sundance

Livre e Fácil, de Jun Geng

Festival de Roterdã

Tempo de Qualidade, de Daan Bakker

Festival de Tribeca

Mulheres Divinas, de Petra Volpe

South by Southwest

Inflamar, Ceylan Özgün Özçelik

 

 

Insira seu comentário

Seja o Primeiro a comentar esta noticia

Insira um comentário