Guarulhosweb
   

Efeitos da economia em recuperação são lentamente percebidos, diz BC

Fabrício de Castro e Eduardo Rodrigues    17/10/2017 10:52

 


O Banco Central avaliou nesta terça-feira, 17, em seu Relatório de Estabilidade Financeira (REF) referente ao primeiro trimestre do ano, que "os efeitos da economia em recuperação são lentamente percebidos no arrefecimento do risco de crédito às famílias". De acordo com a instituição, "o crédito às grandes corporações, contudo, ainda enfrenta os desafios decorrentes da materialização de risco".

A autoridade monetária pontuou que o número de instituições financeiras (IFs) que percebem a recessão e a inadimplência como fontes de risco para a estabilidade financeira reduziu-se ao menor nível dos últimos cinco anos.

"Embora, conjuntamente, essas ainda formem o principal vetor de risco, a atenção está se direcionando à sustentabilidade fiscal, vista como a segunda mais importante fonte de risco", destacou o BC. "Não obstante, as IFs acreditam na resiliência do Sistema Financeiro Nacional (SFN) e na adequação e suficiência dos instrumentos disponíveis para enfrentar cenários de grave crise financeira."

 

 

Insira seu comentário

Seja o Primeiro a comentar esta noticia

Insira um comentário