Guarulhosweb
   

Vão pedir música?

Ernesto Zanon    26/10/2017 07:20

 

Pela segunda vez os dois deputados do DEM, que mantém alguma ligação com Guarulhos, votaram contra o prosseguimento das investigações contra o presidente Michel Temer (PMDB). Apesar das divergências que os dois demonstram ter há tempos, tanto Eli Correia Filho como Jorge Tadeu Mudalen foram implacáveis na votação que arquivou mais uma investigação nesta quarta-feira. Ambos preferiram o “fica Temer”. Se houver uma terceira votação, poderão pedir música no Fantástico. 
 
Olha eu aqui
Jorge Tadeu, por sua vez, de novo, como já havia ocorrido na primeira votação de Temer e na do impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff (PT), ficou o tempo todo ao lado do microfone onde os deputados declaravam seus votos. Desta forma, apareceu em todo o Brasil na transmissão ao vivo. Em vários momentos, não escondia sua satisfação a cada voto SIM pelo arquivamento das investigações. 
 
No momento em que acontece
 
A notícia sobre a internação do presidente Michel Temer foi dada em primeira mão, ao vivo, pelo canal pago Globo News, por volta das 14h20. Os sites de notícias, que publicam as informações de forma quase que instantâneas reagiram rapidamente. O portal GuarulhosWeb foi um dos primeiros do Brasil a dar a informação. Às 14h23, a nota estava publicada, o que fez com que os acessos do porta guarulhenses subissem de forma substancial. O site da revista Isto É trouxe a notícia às 14h26, O Globo, às 14h32 e o UOL somente às 14h39. 
 
No bandejão
 
O prefeito Guti esteve nesta quarta-feira, na hora do almoço, no Restaurante Popular da avenida Monteiro Lobato, que acabou de passar por uma ampla reforma. Destacou os valores nutricionais da refeição servida ali, além de enaltecer a importância do estabelecimento para garantir o bem-estar de quem só pode pagar R$ 1. Não perdeu a oportunidade de fazer uma transmissão ao vivo pelo Facebook entre uma garfada e outra. Participaram do almoço também os vereadores Romildo Santos (DEM), Alexandre Dentista (PSDC) e Rafa Zampronio (PSB). Foi também uma das primeiras aparições públicas do novo secretário de Desenvolvimento e Assistência Social, Alex Viterale, que assumiu o cargo há poucas semanas. 
 
Mais comida
Guti lembrou que o Restaurante Popular, que chegou a ser uma bandeira política do PT, servia no máximo 900 refeições por dia. Mas atualmente, apesar de todas as dificuldades financeiras que enfrenta a Prefeitura, são cerca de 1.400 pratos de comida diariamente, um crescimento de aproximadamente 50%, devido ao trabalho incessante dos responsáveis pelo Restaurante Popular. 
 
 
 

 

 

Insira seu comentário

Seja o Primeiro a comentar esta noticia

Insira um comentário


estadao brasil Leia Também

14/11 07:28
Na Catalunha
13/11 08:14
Rede de instabilidade
01/11 07:29
Muito barulho