Guarulhosweb
   

PM é assassinado a tiros dentro de banheiro de bar no Jardim Arapongas

Redação Guarulhosweb    03/11/2017 21:03

 

O policial militar Wanderson Silva Correia, de 36 anos, foi assassinado a tiros dentro do banheiro de um bar, na rua Campo Alegre, Jardim Arapongas, região dos Pimentas, em Guaruhos, na manhã desta quinta-feira. Segundo testemunhas contaram à polícia, a vítima tomava cerveja no local junto com o suspeito de ter cometido o crime. 
 
 Antes de deixar o bar, o homem que efetuou os disparos disse em voz alta que matou Wanderson por ele ser polícia. Porém, antes de mata-lo, os dois, em companhia de mais um homem, bebiam e conversavam animadamente dentro do bar. 
 
O PM teria ido até o banheiro e foi seguido pelo suposto assassino. Em seguida, ouviram-se tiros e o homem saiu do local, pegou um VW Gol, que pertencia à vítima e fugiu do estabelecimento, logo após avisar os presentes o motivo do crime. 
 
A vítima foi encontrada sentada no vaso sanitário com a carteira e o celular jogados no chão. O assassino teria pegado as chaves do bolso do policial após atirar várias vezes contra ele. O automóvel foi encontrado abandonado horas mais tarde na rua Garça Real, no Jardim Giovana, próximo ao Parque Chico Mendes, também na região dos Pimentas. Ele já passou por perícia e foi entregue à família do policial. O homem teria fugido por uma mata próximo ao parque.
 
O Boletim de Ocorrência foi registrado no 4º Distrito Policial. 
 

 

 

Insira seu comentário

Todos os comentários e opiniões expressas são de inteira responsabilidade dos autores.

Comentários:

  1. Paulo 06/11/2017 09:39

    Local

    Resumo..., local incompatível com sua função de policial militar, o comando da PM , deveria deixar de se preocupar com coisas fúteis, e orientar os policiais a não frequentarem bares, prostíbulos(não deveriam funcionar. mas,...) etc

  2. Paulo 04/11/2017 11:51

    No bar

    Um policial militar jamais deve frequentar bares em periferia, será que um policial , não tem bastante exemplos no dia dia, para um PM frequentar tal local, desinformado ele não é, no minimo local incompatível com a profissão.

Insira um comentário