Guarulhosweb
   

GCM é preso acusado por morte de homem fora do horário de trabalho

Redação Guarulhosweb    10/11/2017 22:20

 

Um Guarda Civil Municipal de Guarulhos teve a prisão preventiva decretada nesta sexta-feira, acusado de homicídio simples. O crime ocorreu em um bar da cidade no último dia 3 de novembro, quando o agente teria se envolvido em uma briga, assassinando um outro homem a facadas. Adilson Gomes Bueno, 48 anos, não estava de serviço e também não utilizou a arma da corporação,  Ele foi preso nesta sexta-feira. 
 
O GCM é acusado da morte do vigilante Jeremias da Paixão, por volta das 6h30 do dia 3. O Samu foi ao local e encontrou duas perfurações no tórax da vítima. Segundo uma testemunha, o homem seria usuário de drogas e alcóolatra, mas estava sóbrio há alguns meses.
 
Ainda segundo testemunhas, gritos foram ouvidos na madrugada e, na sequência, Jeremias foi encontrado caído na calçada, na Estrada  dos Morros. Um rastro de sangue foi encontrado entre um bar e o local onde o corpo estava.
 
A família da vítima explicou que, há cerca de cinco meses, Jeremias teria sido ameaçado de morte e por este motivo evitava sair de casa. Antes do crime ele teria ganhado duas garrafas de bebidas alcoólicas de um desconhecido. Apos beber, saiu de casa e foi encontrado morto.

 

 

 

Insira seu comentário

Seja o Primeiro a comentar esta noticia

Insira um comentário