Guarulhosweb
   

Löw elogia a França e nega clima de revanche contra o último algoz da Alemanha

Redação Guarulhosweb    13/11/2017 17:58

 


O técnico Joachim Löw minimizou nesta segunda-feira qualquer clima de revanche para o amistoso entre Alemanha e França, terça, às 17h45 (de Brasília), em Colônia. Embora o adversário tenha sido o algoz alemão na semifinal da Eurocopa de 2016, Löw ponderou que o duelo ficou no passado.

Aquela derrota, aliás, foi a última da Alemanha, que soma uma invencibilidade de 20 partidas. "Para mim, não é um jogo de revanche. Você não pode mudar o resultado. Será um teste para as duas equipes, mas não creio que a França colocará todas as suas fichas na mesa", avaliou.

Löw também elogiou o adversário e seu treinador, Didier Deschamps. "A seleção francesa tem uma série de jogadores talentosos no ataque", destacou. "É positivo que Deschamps seja treinador por tanto tempo. A França era boa em 2014, ainda melhor em 2016 e agora está ainda mais forte. Atribuo isso ao desenvolvimento de Deschamps."

Sobre a seleção alemã, Löw antecipou que o goleiro Kevin Trapp, o volante Sami Khedira e o meia Toni Kroos começarão como titulares. "Faremos depois algumas mudanças no intervalo", acrescentou. "Serão substituições em poucas posições."

O treinador falou também sobre o que espera de diferente da última partida da Alemanha, no empate sem gols com a Inglaterra, na sexta-feira. "Será uma proposição diferente do jogo contra a Inglaterra. A França é incrivelmente forte ofensivamente e tem muitos meias e atacantes que são alguns dos melhores do futebol. Eles serão mais perigosos ofensivamente do que a Inglaterra, e precisamos estar preparados para isto."

 

 

Insira seu comentário

Seja o Primeiro a comentar esta noticia

Insira um comentário