Guarulhosweb
   

Empresas vão voltar para os EUA com menos impostos, diz conselheiro de Trump

Mateus Fagundes    17/11/2017 18:58

 


O presidente do Conselho de Assuntos Econômicos da Casa Branca, Kevin Hassett, afirmou em coletiva de imprensa na tarde desta sexta-feira que as grandes corporações vão voltar para os Estados Unidos com a perspectiva de impostos mais baixos.

"Uma empresa que deixou o nosso país e foi, por exemplo, para a Irlanda por causa dos impostos, vai querer voltar se os tributos estiverem mais baixos", afirmou Hassett. "Chegou a nossa hora de cortar impostos corporativos, como diversos países do mundo fizeram."

As declarações de Hassett foram feitas um dia depois de a Câmara aprovar a reforma tributária proposta pelos deputados republicanos.

"É urgente cortarmos impostos para trabalhadores e empresas. Com menos impostos, vamos aumentar o crescimento econômico e o bem-estar dos americanos", disse.

A proposta aprovada na Câmara nesta quinta-feira reduz o imposto corporativo de 35% para 20% e diminui o número de faixas de alíquota para pessoas físicas das sete atuais para quatro.

Porém, a oposição democrata critica o projeto e diz que os mais ricos serão mais beneficiados. "Não há pessoas ou grupos mais beneficiados que outros nos cortes de impostos", defendeu a porta-voz da Casa Branca, Sarah Huckabee Sanders. "Acreditamos que o corte de impostos beneficia todos os americanos. Se ela falhar, os americanos vão perder muito."

Sarah Sanders disse ainda que o otimismo está voltando aos Estados Unidos e a reforma tributária é reflexo disso.

 

 

Insira seu comentário

Seja o Primeiro a comentar esta noticia

Insira um comentário