Guarulhosweb
   

Bolsas de NY fecham em queda em meio a incertezas sobre reforma tributária

Matheus Maderal    17/11/2017 19:27

 


As bolsas de valores dos Estados Unidos fecharam em queda nesta sexta-feira, 17, com o índice S&P 500 registrando recuo semana, em meio a incertezas sobre a reforma tributária que está sendo discutida no Congresso americano.

O índice Dow Jones fechou em queda de 0,43%, aos 23.358,24 pontos; o S&P 500 recuou 0,26%, para 2.578,85 pontos; e o Nasdaq perdeu 0,15%, encerrando aos 6.782,79 pontos. Na semana, o Dow Jones caiu 0,23%, o Nasdaq subiu 0,49% e o S&P perdeu 0,09%. Essa é a segunda semana seguida de queda do S&P 500, mas o índice já avançou 15% no ano e os investidores se perguntam quanto tempo o rali deve durar.

Nesta sexta-feira, pesou sobre os índices o debate sobre a perspectiva de uma reforma tributária significativa ser aprovada nos Estados Unidos. Ontem, a Câmara dos Representantes aprovou uma lei que reduziria os impostos corporativos para o menor nível desde 1939, e cortaria os impostos individuais para a maioria das famílias até 2018. Ainda assim, incertezas permanecem, ao passo em que o foco agora muda para o Senado, que debate sua versão da reforma tributária.

"Tivemos um rali decente das ações nas últimas semanas, mas ainda há incertezas", disse Sam Stovall, estrategista da CFRA Research, que citou riscos oriundos dos desdobramentos políticos nos EUA, tensões geopolíticas e uma possível piora dos índices econômicos.

Os setores de tecnologia e serviços básicos registraram as piores quedas no S&P 500 nesta sexta-feira. A Scana perdeu 3,44% e a Intel recuou 2,23%.

Hoje, o Walmart viu suas ações caírem 2,16%, após um forte avanço ontem, na sequência da divulgação de números que mostraram as melhores vendas em anos.

No terreno positivo, o setor de energia encerrou a sexta-feira em alta de 2,13%, em meio a um avanço de mais de 2% do petróleo em ambos os lados Atlântico. Os contratos da commodity foram apoiados por relatos de que os sauditas estão dispostos a apoiar um corte da produção dos membros da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep).

As ações da Chevron subiram 0,12%. Além disso, a startup de moda Stitch Fix subiu 1%, na sua estreia no mercado acionário. (Com informações da Dow Jones Newswires)

 

 

Insira seu comentário

Seja o Primeiro a comentar esta noticia

Insira um comentário