Guarulhosweb
   

Prefeitura adere a programa de estímulo ao empreendedorismo nas escolas

Redação Guarulhosweb    21/11/2017 19:31

 

A Prefeitura de Guarulhos aderiu ao Programa JEPP – Jovens Empreendedores Primeiros Passos, realizado pelo Sebrae - Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresa. Após a iniciativa ser apresentada ao prefeito Guti, a parceria foi consolidada nesta terça-feira (21), na Capital, onde a secretária da Secel (Secretaria de Educação, Cultura, Esporte e Lazer), Marli Aparecida Nabas Lopes, assinou o termo de adesão ao programa, com o objetivo de incentivar o comportamento empreendedor de crianças e adolescentes nas escolas da Rede Municipal.
 
O JEPP tem por objetivo fomentar o empreendedorismo, proporcionando a prática, estudo e debate na sala de aula, desde o início do ensino fundamental. O programa é inicializado com a capacitação de professores, para que eles apliquem a metodologia em sala de aula a partir de 2018.
 
De acordo com Marli Nabas, que manteve contato com o presidente do Fiesp, Paulo Skaf, durante a cerimônia, a parceria é de extrema importância para a educação na cidade: “Programas como o JEPP só reforçam o nosso compromisso em trazer produtos e serviços de alta qualidade e de grande benefício para as escolas da Rede Municipal”, destacou.
 
O Programa JEPP
 
A educação empreendedora proposta pelo JEPP incentiva os alunos na busca do autoconhecimento, novas aprendizagens, além do espírito de coletividade. Com uma proposta pedagógica voltada para atividades lúdicas, o ambiente da aprendizagem sensibiliza os estudantes a assumirem riscos calculados, a tomarem decisões e a terem um olhar observador para que possam identificar, ao seu redor, oportunidades de inovações, mesmo em situações desafiadoras.
 
A visão do Programa vai ao encontro dos quatro pilares da educação propostos pela Unesco: Aprender a conhecer, isto é, adquirir os instrumentos; Aprender a fazer, para poder agir sobre o meio envolvente; Aprender a viver juntos, a fim de participar e cooperar com os outros em todas as atividades humanas; e Aprender a ser, via essencial que integra as três precedentes. Dessa forma, o curso, aliado a um ambiente propício à aprendizagem, favorece o envolvimento dos jovens estudantes no próprio ato de fazer, pensar e aprender. Essas são características fundamentais dos comportamentos empreendedores, nos quais o estudante e o grupo em que está inserido reconhecem que suas contribuições são importantes e valorizadas.

 

 

Insira seu comentário

Seja o Primeiro a comentar esta noticia

Insira um comentário