Guarulhosweb
   

Brasil leva virada, perde para a Dinamarca e se complica no Mundial de Handebol

Redação Guarulhosweb    06/12/2017 19:14

 


A seleção brasileira feminina de handebol perdeu a chance de conseguir um grande resultado nesta quarta-feira, no Mundial da Alemanha. Em Oldenburg, as comandadas do técnico Jorge Dueñas ficaram na frente durante boa parte do duelo com a Dinamarca, mas levaram a virada, caíram por 22 a 20 e se complicaram no Grupo C da competição.

Foi a segunda derrota no Mundial para a seleção brasileira, que havia caído na véspera, para a campeã olímpica Rússia. A estreia foi de empate diante Japão, com apenas uma vitória, diante da Tunísia. Já a Dinamarca chegou à terceira vitória e garantir classificação às oitavas de final.

Para a seleção brasileira, a definição ficará para a última rodada, na sexta-feira, diante de Montenegro. Se vencer, o País estará classificado. Em caso de derrota, porém, precisaria torcer por uma improvável derrota do Japão para a já eliminada Tunísia.

Nesta quarta, a seleção brasileira começou com uma postura agressiva na defesa, aproveitando os contra-ataques e, assim, abriu vantagem no início. Com poucos minutos, o placar apontava 6 a 3 em vantagem do País, e a equipe soube administrá-lo durante boa parte do primeiro tempo.

Só que na segunda metade da primeira etapa, a Dinamarca passou a errar menos, cuidar mais da posse de bola e foi cortando a vantagem brasileira até buscar o empate, com o qual as equipes foram para o vestiário.

As europeias voltaram embaladas para o segundo tempo e saltaram à frente. Desta vez, foi a seleção adversária que conseguiu abrir três gols de vantagem e encaminhar a vitória, aproveitando-se dos erros brasileiros no ataque.

Uma exclusão de Jorgensen a dois minutos para o fim, porém, permitiu que o Brasil cortasse a diferença para um gol. E o País teve chances de empatar, mas errou passes, cedeu contra-ataques e mostrou certo nervosismo nos minutos finais, deixando a vitória nas mãos adversárias.

 

 

Insira seu comentário

Seja o Primeiro a comentar esta noticia

Insira um comentário