Guarulhosweb
   

Guarulhos supera meta de vacinação contra febre amarela definida pelo Governo do Estado

Redação Guarulhosweb    12/01/2018 18:35

 

Desde o dia 28 de outubro de 2017, quando teve início a imunização preventiva contra a febre amarela nas unidades básicas de saúde para moradores de regiões próximas à mata, Guarulhos já vacinou 403.423 pessoas até esta sexta-feira (12). O número é 44% superior à meta definida pela Secretaria de Estado da Saúde, que estabeleceu para o município a imunização de 280 mil pessoas, o correspondente aos munícipes residentes próximos à região de mata. Diante do quadro, a Secretaria Municipal de Saúde promoverá mudanças na campanha, incluindo a distribuição de senhas para os interessados na imunização. 
 
Na quinta-feira (11), em reunião no Palácio dos Bandeirantes com o governador Geraldo Alckmin e outras autoridades, o professor titular de Moléstias Infecciosas e Parasitárias da Faculdade de Medicina da USP, Marcos Boulos, elogiou a agilidade da Prefeitura de Guarulhos em vacinar todas as pessoas que estão suscetíveis a terem febre amarela em um período relativamente curto de tempo. Ele afirmou que a população de Guarulhos pode ficar tranquila porque está protegida. “Onde não se vacinou é porque neste momento não existe riscos que as pessoas adquiram a febre amarela. O programa de vacinar toda a Guarulhos vai acontecer, todos serão vacinados. Não precisa correr atrás da vacina. Mas neste momento a prioridade é para aquelas pessoas que correm o risco. Por isso, tenham paciência que a vacina aí chegará”, informou.
 
Até o momento a dose está sendo oferecida em 30 UBS da cidade. Destas, 27 estão localizadas no entorno da área de risco; enquanto as outras três, Munhoz, Cavadas e Ponte Grande, começaram a ofertar a vacina no último dia 6, como forma preventiva de bloqueio da doença, já que o paciente que faleceu em dezembro por febre amarela contraída em sua chácara em Nazaré Paulista, residia no Jardim Munhoz.
 
Com o número de vacinados contra a febre amarela superado, de pessoas que residem próximas a regiões de risco, a Secretaria Municipal de Saúde anuncia que a partir de segunda-feira (15) todas as unidades - que já estão vacinando – passarão a ofertar as doses contra a doença mediante distribuição de senhas. 
 
Também haverá alterações no atendimento em outras unidades:. 
 
- Ambulatório da Criança e UBS Cecap: A partir de segunda-feira (15), estas unidades que emitem o Certificado Internacional de Vacinação passarão a vacinar somente pessoas que viajarão para locais de risco.
 
- UNG (Universidade de Guarulhos): Esse polo de vacinação, que teve início na quinta-feira (11), segue vacinando com atendimento durante a semana, até a próxima sexta-feira (19), das 8 às 17 horas, na Clínica de Enfermagem do Campus Centro. Pça Tereza Cristina, n°88 - Centro.  
 
- UBS  Munhoz, Cavadas e Ponte Grande: Unidades temporárias de vacinação para bloqueio da febre amarela na região onde houve óbito de paciente por febre amarela contraída em Nazaré, gradualmente deixarão de ofertar as doses.
 
A Secretaria Municipal de Saúde enfatiza que, neste momento, somente a população que mora ou transita em área de risco deve procurar uma das 27 UBS para se vacinar: Palmira, Continental, Vila Rio, Morros, Santa Lídia, Seródio, Haroldo Veloso, Carmela, Lavras, Soberana, Ponte Alta, Santa Paula, Álamo, Aracília, Piratininga, Cambará, Cabuçu, Recreio São Jorge, Novo Recreio, Belvedere, Primavera, Acácio, Bananal, Santos Dumont, Fortaleza, Água
Azul e Bambi.
 
Avaliação de idosos nas 69 UBS para vacinação:
 
A partir de segunda-feira (15), pessoas com 60 anos ou mais poderão ser avaliadas em todas as 69 Unidades Básicas de Saúde do município, para serem encaminhadas para a administração da vacina contra febre amarela. Serão distribuídas 40 senhas diariamente, sendo 20 no período da manhã e 20 à tarde para atendimento no dia seguinte.
 
Para a liberação de senha será avaliado cada caso pela equipe de saúde da UBS. Caso o idoso compareça à UBS e este tenha dificuldade de caminhar ou outra condição que dificulte seu retorno, vale considerar que sua avaliação seja realizada no mesmo dia.  Entretanto, a senha pode ser retirada por qualquer pessoa que tenha relação com o idoso, desde que comprove os dados do paciente, como nome e prontuário.
 
As agendas dos profissionais médicos serão remanejadas e organizadas de modo que garantam atendimento aos idosos em dois períodos – manhã e tarde – contando com 1 hora de atendimento por período, totalizando 40 atendimentos diários, sendo 20 por período, no mínimo.
 
As unidades que não estão vacinando contra a febre amarela, após a indicação do médico, deverão encaminhar o idoso para uma das 27 UBS que oferecem a dose contra a doença.
 

 

 

Insira seu comentário

Seja o Primeiro a comentar esta noticia

Insira um comentário