Guarulhosweb
WhatsApp:(11) 9 4702.3664

Padre se defende de críticas por dançar Que tiro foi esse

Katia Russões / Foto: reprodução internet    14/02/2018 17:34

 

Um vídeo publicado pelo padre Cleber Leandro, da Paróquia Nossa Senhor de Fátima, causou repercussão durante o feriado de Carnaval. Nas imagens, ele encena a coreografia da música “Que tiro foi esse?”, da cantora Jojo Toddynho. O vídeo, gravado no salão paroquial da igreja, durante o evento “Fátima Folia”, no qual os fiéis brincaram o Carnaval, foi publicado no dia 11/02 na página do padre no Facebook, que atualmente conta com mais de 13 mil seguidores. Padre Cleber é conhecido na cidade por seu engajamento com a juventude e o uso das redes sociais para se comunicar com os fiéis.
 
A dança, no entanto, foi criticada pelo blog Filhos de Deus, que publicou uma matéria apontando o vídeo como um “desserviço à igreja em seu caráter evangelizador”. Ao GuarulhosWeb, os responsáveis pelo blog afirmaram que não entraram em contato com o padre ou com a Diocese da cidade para que expusessem suas posições sobre o ocorrido.
 
Eles disseram que o foco não é a dança e sim o teor da música que apresenta “uma mensagem contrária ao evangelho de Jesus Cristo”. “Os reflexos espirituais que a atitude de um sacerdote traz para o leigo é gigantesco e, portanto, as atitudes sacerdotais devem sempre estar alinhadas ao que diz a Santa Igreja”, afirmaram.
 
Procurado, padre Cleber contou que tomou conhecimento sobre as críticas do blog através das redes sociais. E que acredita que os jovens da comunidade devem permanecer na obra da evangelização pois conhecem seu trabalho e sabem que o vídeo não tinha a intenção de denegrir a imagem da igreja ou incitar a violência.
 
Segundo ele, o Fátima Folia aconteceu após o Carna Cristo, que reuniu centenas de fiéis na região central da cidade. O evento tinha como objetivo reunir a comunidade e contou com a presença de jovens, crianças e idosos. “Triste perceber que toda a obra de evangelização foi reduzida a um vídeo de 30 segundo que repercutiu mais do que 24 horas de evangelização”, afirmou.
 
O religioso ressaltou o apoio dos fiéis que reconhecem seu trabalho e sabem da intenção de seus serviços prestados à comunidade. “Gostaria de pedir perdão às pessoas que se sentiram ofendidas através deste vídeo. Que Deus abençoe a todas”, encerrou.
 
copyright guarulhosweb

 

 

Insira seu comentário

Todos os comentários e opiniões expressas são de inteira responsabilidade dos autores.

Comentários:

  1. Jackson 15/02/2018 14:07

    O reconhecer que pode ter ofendido alguém é importante, mas se quando notou que o video dividia opniões poderia muito bem ter retirado, mas o que gosta mesmo é de se aparecer !

Insira um comentário