Guarulhosweb
WhatsApp:(11) 9 4702.3664

VW Virtus, um sedã premium que agrada demais com o motor TSI 1.0

Ernesto Zanon    18/02/2018 16:33

 

No momento em que o Brasil, antes de outros países do mundo, começa a conhecer o Virtus, sedã premium que está sendo lançado pela Volkswagen, o GuarulhosWeb já teve a oportunidade de avaliar o modelo na versão Comfortline 200 TSI, que conta com motorização 1.0 turbo e câmbio automático. Apesar de contar com opção a partir de R$ 59,9 mil, a versão avaliada sai por R$ 73.470, além de R$ 2 mil em equipamentos opcionais do pacote Tech I. 
 
Durante uma semana e aproximadamente 500 quilômetros rodados entre estradas e cidade, o Virtus demonstrou – além de ter um visual atraente, quase como um “mini Jetta” – ser eficiente e econômico. O motor TSI, o mesmo que sobra no Up! e vai muito bem tanto no Golf como no Novo Polo (todos já avaliados pelo GuarulhosWeb), volta a não decepcionar. É um verdadeiro banho de desempenho nas mais diferentes condições.
 
 Difícil acreditar que se trata de um 1.0, já que oferece potência máxima superior a outros carros com motores “maiores”. São  128 cv com etanol e 115 cv com gasolina a 5.500 rpm, com torque máximo de 200 Nm (20,4 kgfm), com gasolina ou etanol, de 2.000 a 3.500 rpm. Equipado com esse motor, o Virtus acelera de 0 a 100 km/h em 9,9 segundos e atinge velocidade máxima de 194 km/h (dados com etanol). 
 
Abastecido com gasolina durante toda a avaliação, chegou a apresentar consumo acima de 16 km/l em rodovias, firmando-se na casa dos 10 km/l na cidade. Em situações mais críticas, em meio ao trânsito mais pesado e com o ar condicionado acionado, teve consumo próximo aos 9 km/l. 
 
Vale salientar que a Volkswagen apresenta o Virtus como um carro global, inédito e que apresenta novas percepções em design, inovação e alta performance. O fabricante enaltece novas concepções de aproveitamento de espaço interno e conforto. 
 
Assim como o recém lançado irmão Polo, o Virtus tem como destaque na parte dianteira o vinco que margeia a entrada de ar e corta o espaço entre o conjunto ótico principal e os faróis de neblina. Na lateral, o novo sedã adota a linha dupla em forma de flecha. Da coluna “B” (aquela entre as portas) para trás, o modelo traz traços ainda mais alongados e fluídos. Com 4,48 metros de comprimento, o Virtus é um dos maiores entre os seus concorrentes diretos. Como base de comparação, ele é 42,5 centímetros mais comprido do que o Novo Polo. A distância entre o centro da roda e o final do para-choque traseiro é de 1.027 mm (quase 50% maior do que a irmão hatch). Com isso oferece 521 litros de capacidade no porta-malas.
 
Ainda no quesito espaço, apesar de se apresentar como um sedã médio pequeno, oferece ótimas condições inclusive para quem vai no banco traseiro. Como tem distância entre-eixos de 2,65 metros (exatamente a mesma do Jetta atual), o espaço efetivo para as pernas para os passageiros do banco traseiro é de 910 milímetros. São 1.390 mm de espaço para os ombros no assento traseiro. Dimensões suficientes para acomodar três adultos no banco de trás com conforto digno dos melhores sedãs médios. 
 
 
Tecnologia e conectividade
 
Tendência natural dos novos carros que vêm sendo lançados nos últimos anos, a Vollkswagen deu atenção especial na conectividade do Virtus. Com orientação horizontal, o painel do promove a interação entre sistema digital Active Info Display e de infotainment. 
 
Com tela colorida sensível ao toque de 6,5”, o sistema de infotainment Composition Touch é oferecido de série a partir da versão Comfortline. Além das entradas USB, para SD-card e conexão Bluetooth, permite conectividade por meio do App-Connect (Android Auto – que agora permite também o aplicativo de navegação Waze –, Apple CarPlay e Mirrorlink), comando por voz e acesso ao “Car Menu”, com ajustes do veículo por meio da tela. Também lê mensagens (SMS) e integra a imagem da câmera traseira de auxílio ao estacionamento.
 
 
Segurança premium
 
Também está incluído no M-ABS o TC (Controle de Tração), que tem a função de reduzir o escorregamento das rodas durante a aceleração ou quando o veículo começa a destracionar, em curvas acentuadas, controlando eletronicamente o torque do motor. Ainda nas versões TSI, o Virtus é equipado de série com ESC – Controle Eletrônico de Estabilidade. Esse sistema reconhece um estágio inicial de que uma situação de rodagem crítica está para acontecer. Compara os comandos do motorista com as reações do veículo a esse comando. Se necessário, o sistema reduz o torque do motor e freia uma ou várias rodas até atingir a condição de estabilidade.
 
O Virtus é equipado de série, em todas as versões, com quatro airbags – dois dianteiros e dois laterais. De grandes dimensões, as bolsas laterais protegem para cabeça e tórax e restringem o movimento do corpo durante um impacto, elevando significativamente a segurança dos ocupantes. O sedã Volkswagen é equipado de série com sistemas ISOFIX® e top-tether para fixação de dispositivos de retenção infantis (cadeirinhas).
 
 
Versões completas
O Virtus conta com três versões e duas opções de conjunto mecânico: MSI, Comfortline 200 TSI e Highline 200 TSI. Todas trazem de séria direção com assistência elétrica, ar-condicionado, vidros elétricos nas quatro portas (os dianteiros possuem função “um-toque” para fechamento e abertura), travas elétricas, faróis de dupla parábola e chave tipo “canivete” com controle remoto. Também estão incluídos de série computador de bordo, para-sóis iluminados para motorista e passageiro, tomada de 12V no console central, suporte para celular no painel com entrada USB para carregamento, regulagem de altura para o banco do motorista, entre outros.
 
O que o Comfortline 200 TSI oferece 
- banco traseiro bipartido, 
- coluna de direção ajustável em altura e distância, 
- Controle Eletrônico de Estabilidade (ESC), 
-faróis de neblina com função “cornering light”, 
- sistema de infotainment Composition Touch com tela de 6,5” sensível ao toque, 
- rodas de liga leve de 15”, 
- sensores de estacionamento traseiros, 
- ajuste elétrico dos retrovisores externos, 
- descanso de braço dianteiro com porta-objetos,
-  lanternas traseiras escurecidas, 
- volante multifuncional
 
Pacotes opcionais: 
Tech I
- sistema “Kessy” para abertura e fechamento das portas sem uso da chave e partida do motor por botão no console central, 
- controlador automático de velocidade de cruzeiro,
- sensores de estacionamento dianteiros,
- retrovisor interno eletrocrômico,
-  volante multifuncional com “shift paddles”,
-  sensores de chuva e crepuscular e função coming/leaving home
-  rodas de liga leve de 16” “Nick” com pneus 205/55 R16.
 
Tech II
- itens do Tech I
-  sistema “RKA” (indicador de pressão dos pneus), 
- ar-condicionado digital Climatronic, 
- sistema “s.a.v.e” de divisão do porta-malas (e rede porta-objetos), 
- porta-luvas refrigerado, 
- câmera traseira, 
- detector de fadiga, 
- sistema de frenagem automática pós-colisão, 
- volante multifuncional revestido de couro com “shift paddles” e
- detalhes em preto brilhante na cabine.
 
 
copyright guarulhosweb

 

 

Insira seu comentário

Seja o Primeiro a comentar esta noticia

Insira um comentário