Guarulhosweb
WhatsApp:(11) 9 4702.3664

Guti prepara projeto de PPP para tornar inteligentes 50 mil postes de luz

Katia Russões    08/03/2018 16:36

 

Em evento de inauguração de base operacional da EDP, em Cumbica, na manhã desta quinta-feira, 8/03, o prefeito Guti afirmou que enviará à Câmara Municipal ainda neste mês um projeto de lei para a realização de Parceria Público-Privada (PPP) para a transformação de 50 mil postes de iluminação pública da cidade em objetos “inteligentes”.
 
A iniciativa, segundo o prefeito, faz parte do conceito de “Smart City”, que permite o crescimento de um município com a ajuda da tecnologia. Segundo Guti, foram seis meses de fundamentação técnica do projeto, em parceria com engenheiros, para montar um plano de trabalho.
 
A ideia é utilizar os mais de 50 mil postes de iluminação pública para eficiência energética. “Este é um conceito que já existe em diversas cidades do mundo e Guarulhos precisa entrar nessa”, explicou. Além de suas funções normais, os equipamentos públicos devem ser utilizados ainda para informar motoristas sobre números de vagas disponíveis para estacionamento, sinal de Wi-Fi, semáforos inteligentes e para diminuir custos, já que usarão lâmpadas de led.
 
De acordo com Guti, no início de sua gestão a cidade tinha 12 mil postes apagados. Na época, a Prefeitura possuía apenas dois veículos próprios para manutenção e realizou uma licitação para contratando uma empresa para realizar o serviço. Atualmente, ainda segundo o prefeito, são cerca de 2 mil postes apagados.
 
O principal problema encontrado pela Prefeitura são os furtos de cabos, que estariam prejudicando o trabalho das equipes que precisam voltar diversas vezes nos mesmos locais para refazer reparos. A empresa Terwan tem contrato com a administração até julho, quando uma nova licitação deve ser feita. O prefeito explicou que este novo contrato será assinado com cláusula devolutiva. Desta forma, poderá ser rescindido a qualquer momento para a implantação da PPP, se esta for aprovada na Câmara.
 
Além disso, a empresa que iniciar os trabalhos de troca de lâmpadas e modernização deve ter o prazo de dois anos, e só vai receber da Prefeitura após o término do contrato. “Nosso sonho é que esse ano a gente consiga assinar a PPP e, no ano que vem, pelo menos de 30% a 40% do nosso parque de iluminação já esteja substituído por led”, finalizou.
 

 

 

Insira seu comentário

Todos os comentários e opiniões expressas são de inteira responsabilidade dos autores.

Comentários:

  1. Adriana 08/03/2018 16:49

    ENQUANTO ISSO...

    Enquanto isso só na minha rua no parque santos dumont tem dois postes de madeira e lampada queimada...

Insira um comentário