Guarulhosweb
   

Trabalhadores dos Correios declaram fim da greve

Katia Russões    14/03/2018 12:03

 

Os trabalhadores dos Correios decidiram pelo fim da greve na noite de terça-feira, 13/03, após o anúncio sobre a decisão do Tribunal Superior do Trabalho (TST), que determinou o pagamento de parte do plano de saúde, principal reinvindicação dos funcionários que pagavam apenas uma coparticipação e poderiam passar a pagar uma mensalidade. O TST exigiu a volta ao trabalho de 80% dos carteiros.
 
A greve teve início na noite de domingo, 11/03, e interrompeu os serviços de entrega de cartas e encomendas, além do setor administrativo. Na manhã desta quarta-feira, 14/03, após o anuncio do TST, algumas regionais devem decretar o fim da mobilização em assembleias agendadas em data anterior.
 
Na decisão o TST autorizou a cobrança de mensalidade dos funcionários e seus dependentes, porém o valor dependerá da renda do trabalhador.
 
Com base nas novas regras os pais e mães dos empregados continuam com plano de saúde até 31 de julho de 2019. Segundo o site da revista Veja, atualmente são 108.000 empregados, que somam com seus dependentes 400.000 pessoas com despesas médicas. 
 
O sindicato da categoria orientou a volta ao trabalho, mas esclareceu que não ficou satisfeito com o resultado. “Estão precarizando os Correios, sem investir em mais empregos, promovendo demissões incentivadas e sobrecarregando quem se encontra na ativa”.
 
A categoria segue agora para a campanha salarial, para a construção do Acordo Coletivo de Trabalho 2018-19 e não descarta a possibilidade de novas paralisações.
 

 

 

Insira seu comentário

Seja o Primeiro a comentar esta noticia

Insira um comentário