Guarulhosweb Guarulhosweb Rádio
WhatsApp:(11) 9 4702.3664

Médico acusado de marcar o ponto e não trabalhar paga fiança e deixa prisão

Katia Russões    12/04/2018 16:25

 

O médico Pierre Simon, detido em flagrante na quarta-feira, 11/04, no PA Dona Luiza, no Jardim Centenário, foi solto na tarde desta quinta-feira, 12/04, após audiência de custódia. Ele, que passou a noite na carceragem do 1º DP, pagou a fiança estabelecida na audiência, no valor de R$ 15 mil reais, e foi liberado.
 
Investigado há mais de um mês pela Controladoria Geral do Município (CGM) após uma denúncia anônima, Simon foi flagrado por investigadores registrando entrada na unidade de saúde e saindo do local onde deveria permanecer das 19h às 7h, duas vezes na semana. Pela manhã o médico retornava, registrava sua saída e ia para sua clínica, em São Paulo.
 
Simon foi abordado pela Polícia Civil na manhã de quarta e encaminhado para o 5°DP, onde foi indiciado por falsidade ideológica. De lá, o acusado foi encaminhado para o 1°DP. O médico – canadense naturalizado brasileiro – é servidor público em Guarulhos há 11 anos. Segundo a CGM, “será instaurado um processo administrativo disciplinar para dar o direito de ampla defesa ao funcionário, podendo acarretar na exoneração a bem do serviço público do servidor, independente da apuração criminal que está em trâmite na Polícia Civil”.
 
copyright guarulhosweb

 

 

Insira seu comentário

Todos os comentários e opiniões expressas são de inteira responsabilidade dos autores.

Comentários:

  1. Wanderley 16/04/2018 15:23

    ROUBO

    tinha que ser uma fiança com um valor bem mais alto, só o que esse canalha roubou e seria bom investigar os funcionários que foram coniventes com esse assalto.

  2. Julio 12/04/2018 23:51

    Palhaçada

    E os funcionários do hospital? Será que ninguém via isso?? Ou tá todo mundo cego lá??

Insira um comentário